• O que significa compartilhar, para você?

    Esta semana destacou-se nos principais blogs e sites de mídias sociais a campanha  ‘We All Share’ da Samsung. O objetivo foi o de divulgar o aplicativo AllShare Play. No hotsite  os usuários são convidados a ajudar a Samsung na tarefa de contar uma história respondendo à questão “O que significa compartilhar, para você?”. A forma de responder a essa pergunta é totalmente interativa e integradas as ferramentas que temos no mundo web: pode ser dada por meio de tuítes ou fotos no Instagram acompanhadas pela tag #weallshare. O resultado da campanha revela como as pessoas gostam de compartilhar seus gostos e desejos. A criação é da Leo Burnett. We All Share a film by Sansung - official trailer  
  • Jornal para iPad The Daily fecha

    [caption id="attachment_808" align="aligncenter" width="400"]Lançado para o iPad em fevereiro de 2011, The Daily depois ganhou uma versão para tablets com o sistema Android Spencer Platt / Getty Images[/caption] O futuro dos jornais é uma incógnita. Apostar em quê? O The Daily, pioneiro em criar notícias para tablets, em menos de dois anos de começar a circular, publicou a sua última edição neste sábado, dia 15/12/12. Notícia publicada pela Exame explica que o fim do The Daily foi anunciado há cerca de duas semanas pelo próprio Rupert Murdoch, dono do conglomerado News Corp., ao qual pertencia o jornal. O motivo foi a falta de audiência esperada, concluindo que o modelo de negócio - que na época do lançamento foi um fenômeno - não tinha sido bem sucedido. Estimativas do mercado indicam que o jornal vinha perdendo 30 milhões de dólares por ano. Em julho, a equipe, que originalmente tinha 170 pessoas, já havia sido reduzida para 120 profissionais. Desses 120, alguns irão trabalhar no New York Post, outro jornal de Murdoch. Mas a maioria está, agora, em busca de novos desafios. Vídeo bem-humorado Mesmo com o fechamento do jornal, a equipe do jornal ainda teve ânimo para produzir um simpático vídeo de despedida. No vídeo, as pessoas dançam, fazem gestos e cantam uma paródia de "So Long, Farewell", do musical "A Noviça Rebelde". Veja o vídeo de despedida Fonte: Informações da Info Exame  
  • Ladrão entra numa fria ao roubar celular e postar fotos suas no Facebook da vítima

    [caption id="attachment_803" align="aligncenter" width="400"] Foto: divulgação Polícia da Flórida[/caption] Ladrão que não entende de tecnologia pode se dar mal. Assim aconteceu com o ingênuo Timothy Jackson, de 18 anos. Ele arrombou um carro e tirou de lá dois celulares. A vítima deu queixa na polícia e em menos de 3 horas o ladrão foi descoberto. Isso porque, o ladrão quis brincar com o objeto roubado e começou a tirar fotos. Como o celular estava programado para postar as fotos automaticamente no Facebook, a foto do ladrão começou a aparecer na timeline da vítima! Resultado: o ladrão foi preso e acusado de roubo. Para piorar a situação de Timothy, a Polícia descobriu que ele estava em liberdade condicional. Fonte: com informações do R7
  • Chega ao Brasil o YouTube Movies

    [caption id="attachment_797" align="aligncenter" width="256"] Imagem Fonte: humorjopao.blogspot.com.br[/caption] Para os aficionados em filmes, uma boa notícia. Já é possível a venda e o aluguel de filmes por meio do YouTube Movies. O Google anunciou que, desde ontem, 06/12, o Mivies está disponível no Brasil. Os vídeos poderão ser comprados ou alugados no formato HD e SD. O aluguel pode sair em torno de R$ 3,90 e a compra R$ 12,90. O YouTube Movies já tem filmes clássicos como “O Poderoso Chefão” e “E.T.”, além de produções nacionais e uma coleção de filmes dos maiores estúdios de cinema do mundo como Sony Pictures Home Entertainment, Walt Disney Studios Motion Pictures, Paramount Pictures e Twentieth Century Fox. A novidade coloca o Google em um negócio já explorado por outras empresas, como Netflix, Amazon e Apple. O serviço também faz parte da estratégia da empresa para lucrar com o YouTube, site comprado pela empresa em 2006 por 1,65 milhão de dólares. Fonte: Com informações da InfoExame
  • Cinemateca apresenta os resulatdos da Oficina Prática de Cinema Digital

    Nesta quinta-feira (22) a Cinemateca de Curitiba lança os curtas-metragens produzidos durante a Oficina Prática de Cinema Digital, que aconteceu entre os meses de junho e outubro de 2012. Os dois filmes – um de ficção e um documentário – resultaram do trabalho desenvolvido por 30 alunos selecionados entre 460 inscritos. O curta-metragem “Só Papéis” (PR, 2012 – 12’ – ficção – digital) retrata o fascínio repentino de uma jovem pelo conteúdo de um saco de lixo. O filme “Na Sala Escura” (PR, 2012 – 20’ – documentário – digital) registra as sensações e memórias ligadas às primeiras experiências no cinema. Para mais informações, acesse http://goo.gl/jYbQg
  • Homens lideram as compras coletivas

    As mulheres são sempre tachadas de consumistas e sempre tem aquela piadinha que elas estouram o cartão de crédito. Mas uma pesquisa revela que eles também são, mas preferem fazer isso “às escondidas”. Eles não ficam se expondo vendo as vitrines no shopping. Enquanto a mulher vai às compras, ele faz as suas sem sair de casa e acaba gastando em sites de compras coletivas. Segundo os dados da Ibope Media, metade dos internautas brasileiros possuem uma conta em sites de compras coletivas, e desses, 42% efetivaram alguma compra on-line. Eles também gostam de promoções quando efetivam compras e sites de desconto totalizando 55% das visitas nesses sites Tá certo que eles são mais comedidos que as mulheres. Os dados mostram que o gasto é de R$110 por mês. Quando surgiu o e-commerce eram elas a maioria dominando 58% desse tipo de compra. Agora, isto está se invertendo. O que levou a essa mudança foi a maior confiabilidade masculina em relação aos cartões de créditos e dados pessoais em sites de compras coletivas. Nessa pesquisa do Ibope, os livros aparecem em primeiro lugar, empatados com as ofertas de restaurantes e bares. Ambos foram adquiridos por 27,7% dos internautas, seguidos de  passagens aéreas (19,5%), serviços de saúde e beleza (18,8%), celulares e acessórios (17,8%) e cosméticos (17,2%). A pesquisa foi feita em maio e junho e considerou o mercado de compras coletivas nas principais cidades das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. Foi respondida online por 2.900 internautas com idade de 15 a 75 anos. Fonte: informações editadas do  Exame.com
  • Como convencer um cliente cético em redes sociais

    Infográfico da Agência Pulp mostra a importância de um posicionamento e também a diferença do poder das redes sociais comparando-se a de um site:  "Dificilmente alguém entra no site de sua marca preferida todos os dias. Já na rede social, sim. Portanto, sua empresa precisa estar lá, um bom posicionamento demonstra proatividade e atenção. E, claro, todo consumidor gosta disso". Investir na produção de infográficos criativos como esse é uma boa maneira de convencer um cliente, principalmente aquele mais cético, a apostar nas redes sociais para o fortalecimento de uma marca. Pelo menos nos tempos atuais, enquanto não criam outra mídia mais forte.  
  • Sereia ou Baleia?

    Hoje na Fan Page "Queridos & Idas" curti um post meio auto ajuda, mas que mostrou como uma academia se deu mal na sua publicidade pré-verão. Após ler em um outdoor "Neste verão, qual você vai ser? Sereia ou Baleia?" Uma mulher indignada enviou a eles a sua resposta e distribuiu o seguinte email: "Ontem vi um outdoor com a foto de uma moça escultural de biquini e a frase: Neste verão, qual você vai ser? Sereia ou Baleia?
    Respondo: Baleias estão sempre cercadas de amigos. Baleias tem vida sexual ativa, engravidam e tem filhotinhos lindos. Baleias amamentam. Baleias andam por ai cortando os mares e conhecendo lugares legais como a Antártida e os recifes de coral da Polinésia. Baleias tem amigos golfinhos. Baleias comem camarão à beça. Baleias esguicham água e brincam mto. Baleias cantam mto bem. Baleias são enormes e quase não tem predadores naturais. Baleias são bem resolvidas, lindas e amadas. Sereias não existem... Se existissem viveriam em crise existencial: Sou um peixe ou um ser humano? Não tem filhos, pois matam os homens que se encantam com sua beleza. São lindas, mas tristes, e sempre solitárias... Querida academia, prefiro ser baleia!" (A referida academia retirou o outdoor na mesma semana!)
    O post já recebeu 124 compartilhamentos. Quem é que não se identifica ou ficou indignado como a mulher com uma publicidade daquela. Hoje em dia o feedback é rápido e é preciso respeitar o consumidor.
  • Green Digital conquista novos clientes

    A Green Digital, que vem se destacando como uma das principais agências digitais de Curitiba, acaba de conquistar quatro novas contas e confirmar seu crescimento a passos largos. Entre os novos clientes estão o Curso e Faculdade Dom Bosco, para o qual a Green Digital é responsável pela gestão dos canais digitais, criando promoções e aplicativos. Agora também fazem parte da carteira da Green a Cini Bebidas, tradicional fabricante de refrigerantes, a imobiliária Trend Brokers e a Flex Câmbio. De acordo com Ney Queiroz, Diretor Executivo do Grupo WPM e da Green, a conquista desses novos clientes é acompanhada pela ampliação qualificada da equipe e também confirma o amadurecimento do mercado e a cada vez maior percepção dos empresários sobre a necessidade de investimento na área digital. SOBRE A GREEN A Green Digital é uma empresa do Grupo WPM, formado também pelas empresas Outdoormídia e Centermídia e que atua no mercado de comunicação paranaense há mais de 50 anos. A agência atua prestando serviços de gestão de marketing digital, incluindo redes sociais, SEO, blogs e mídia digital, entre outros. Saiba mais aqui: www.greendigital.com.br
  • Estácio inova mais uma vez ao lançar o Didátic@, aplicativo para tablets

    Depois de se consolidar como instituição de ensino superior que valoriza e disponibiliza o uso dos tablets entre professores e alunos, a Estácio inova mais uma vez ao lançar a Didátic@, uma ferramenta de ensino inovadora que passa a ser disponibilizada para os alunos nos próximos dias e que levará as relações acadêmicas para o meio digital por meio de uma rede exclusiva de compartilhamento do estudo pessoal. O projeto da Didáti@ foi desenvolvido em parceria com o Instituto Eldorado, de Campinas(SP), e recebeu um investimento de R$ 1 milhão. O principal objetivo  é trazer mais dinâmica e eficiência ao estudo. Os conteúdos acadêmicos serão compartilhados entre milhares de alunos e professores da universidade em todo o país. Uma vez na rede, esse material poderá ser enriquecido por todos os outros estudantes da rede com comentários, inserção de notas multicoloridas, links, vídeos, marcação de página e de texto, entre outras funcionalidades. Para os alunos que quiserem disponibilizar o material apenas para um grupo, haverá o ícone “cola”, que restringirá o acesso ao conteúdo. A Didátic@ foi lançada oficialmente no último dia 4, no Rio de Janeiro, em um evento com a presença de cerca de 300 convidados, entre professores, colaboradores e alunos da Estácio, além de investidores e jornalistas de todo o Brasil. Entre os convidados estava o economista e professor Eduardo Giannetti, que falou sobre os desafios da educação no século 21 e a importância da capacidade de inovação das instituições de ensino nesta realidade. “Vivemos um momento muito especial da economia brasileira, quando a sociedade se propõe a investir mais em educação. A Didátic@ é uma mudança na postura passiva da educação, ao estimular o aluno a pensar por conta própria e em rede. Esse é um passo que será fundamental na construção de uma sociedade próspera”, destacou o economista.  
  • Inclusão: programa de banda larga gratuita chega a 63 mil escolas

    [caption id="attachment_754" align="aligncenter" width="400"] Fonte foto: site Nordeste Vinteum[/caption]
    O acesso à internet vem tomando conta das mais de 63 mil escolas públicas de ensino Fundamental e Médio. Por meio do Programa Banda Larga nas Escolas, de janeiro a agosto, desde ano, o programa recebeu mais de 17 novas instituições por dia. O levantamento é da  Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). Para surpresa das concessionárias de telefonia fixa a meta foi ultrapassada. A expectativa era conectar 55 mil instituições de ensino, e a previsão hoje é que este número chegará a 70 mil escolas. Do total de escolas conectadas, 37.773 são instituições municipais, 25.363 são estaduais e 258 federais. A velocidade da banda larga, nestas instituições varia de 2 megabits por segundo (Mbps) a 10 Mbps. Notícias como essas mostram um grande passo à democratização da informação e a inclusão daqueles que por falta de condições não teriam de outra maneira acesso à tecnologia, fator esse que deve ser colocado como política pública nos quatro cantos do Brasil.
  • Dimenstein na CBN fala sobre plataforma digital que aproxima pessoas da arte

    Gilberto Dimenstein comenta de segunda à sexta-feira, às 8h35, na CBN, diversos assuntos ligados à educação, tecnologia, gestão, empreendedorismo, entre outros temas relacionados. Esta semana ele falou sobre o Art.Sy, plataforma on-line de arte que, depois de ter sido desenvolvida por especialistas durante mais de dois anos, foi lançada neste mês. Além de conter tudo que há de mais significativo no mundo em termos de pintura, fotografia, design, esculturas, o programa é capaz de identificar o gosto do internauta e indicar obras que combine com seu perfil. Totalmente gratuita, a plataforma já tem parceria com 275 galerias e 50 museus. Mais de 20 mil imagens digitalizadas já estão disponíveis. Acompanhe os comentários de Dimenstein pelo site da CBN http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/gilberto-dimenstein/GILBERTO-DIMENSTEIN.htm  
  • Navegação das crianças na internet. De quem é a responsabilidade?

    [caption id="attachment_745" align="aligncenter" width="400"] Shutterstock[/caption] Esta semana saiu uma pesquisa do estudo TIC Kids onde revela que 68% das crianças e adolescentes (entre 9 e 16 anos) usam redes sociais no Brasil. Desse percentual, 53% acessam as redes diariamente ou quase todos os dias. Já outro levantamento do CGI (Comitê Gestor da Internet no Brasil), onde foram ouvidos  1.580 pais e 1.580 crianças e adolescentes, concluiu que 61% das famílias esperam que a educação sobre a internet ocorra na escola. Para 57%, essa tarefa cabe também aos meios de comunicação e, para 30%, ao governo. Os parentes e amigos aparecem apenas em quarto lugar, com 29% das respostas Os dados são bem preocupantes e fica a pergunta: de quem é a responsabilidade, afinal? Jogar mais essa responsabilidade para a escola é pensar que a escola pode tudo e que os pais podem ficar tranquilos que tem uma instituição que está cuidando do que seu filho está vendo na internet e redes sociais. A pesquisa do CGI revelou que 14% das crianças entrevistadas  já tiveram contato com mensagens de ódio e 9% leram sobre experiências com drogas na web. Será que os pais não deveriam dialogar mais com os filhos e acompanhar o que eles estão vendo nas redes sociais e nas páginas que costumam visitar? A oportunidade de diálogo está aberta, falta apenas quebrar essa barreira. Falta consciência dois pais neste assunto, que pelo jeito não imaginam os riscos em que seus filhos estão expostos.
  • “Diário de Classe”, blog de Isadora Faber encoraja outros alunos

    Blogs que relatam problemas das escolas se multiplicam. A inspiração vem do blog Diário de Classe da catarinense Isadora Faber, 13 anos. Ela criou a página-denúncia no Facebook especialmente para relatar os problemas do colégio. A iniciativa da aluna já rendeu o que falar: ganhou repercussão na mídia nacional, já soma 318 mil curtidas, aluna foi parar na delegacia intimada a prestar depoimento sobre as acusações de uma professora de que teria cometido crimes de calúnia e difamação e vem motivando outros estudantes a fazerem o mesmo. Reportagem da Gazeta do Povo conta que muitas páginas no Facebook foram criadas por adolescentes e jovens para colocar a boca no mundo e reivindicar melhorias para o sistema de educação. O Diário do Estudante Vila Verde, foi criado pelo estudante Igor Fabiano de Castro Nascimento, 18, e tem a função de mostrar o cotidiano do Colégio Estadual Rodolpho Zaninelli, na Vila Verde, no bairro Cidade Industrial de Curitiba, com o que há de ruim e de bom. Assim como Isadora, ele também vem sofrendo represarias, mas não se intimida e tem um plano de fazer com que a página abrigue, futuramente, informações sobre o maior número possível de escolas de Curitiba.  
  • Repercussão viral 1: "a pior restauração do mundo"

    O Jesus de Cecília Giménez está dando o que falar. A repercussão da considerada "pior restauração do mundo" do quadro “Ecce Homo” feito sem autorização pela espanhola de 81 anos ainda está rendendo notícia na imprensa. Os advogados entraram com pedido de direitos autorais pela "obra de arte", originalmente criada no século 19 pelo artista espanhol Elías García Martínez e "restaurada" por ela de forma desastrosa tornando alvo de piadas ma internet. A informação foi divulgada pela RTVE na última segunda-feira. Em pouco mais de três semanas, o quadro destruído recebeu cerca de 30 mil visitantes curiosos que vão até o local conferir de perto para ver de perto o trabalho. A fundação que faz a manutenção do local passou a cobrar 1 euro dos visitantes adultos que quisessem ver e fotografar a obra. Segundo o El País, a fundação, dona da igreja, fez 2 mil euros só em 4 dias. Será que a idosa tem direito a parte desse dinheiro? Ela restaurou uma obra de arte "sem pedir permissão", mas com "boas intenções". Pensou que tinha agido com boa vontade, segundo a secretaria local de cultura, mas transformou completamente a obra atribuida a Elías García Martínez, e acabou se sentindo culpada e pedindo desculpas pela ação. A fundação já entrou em contato com sua assessoria jurídica para saber como proceder, caso Cecília entre com o pedido de direitos autorais, mas deixa claro que não tem interesse em iniciar uma batalha judicial.  
  • Livronauta: o barato dos livros usados

    Comprar livro pela internet muitas vezes sai mais barato que comprar na loja. Já aconteceu várias vezes de chegar na loja e perguntar sobre livro "X" e o vendedor falar um preço maior que o que foi visto pelo site da livraria. Mesmo com o frete, o valor ainda fica mais barato que comprar na livraria. A vantagem da livraria é que você adquire o livro na hora, não fica com medo de oferecer dados pela  internet ou ficar com aquela dúvida se o livro vai chegar mesmo na sua casa ou escritório. No entanto, essa história  de medo de comprar via internet qualquer produto ou serviço está com os dias contados, as pessoas estão experimentando a compra on line e, na maioria das vezes, estão tendo sucesso no pedido feito. Então, para quem perdeu o medo e gosta de comprar livros em sebo, uma dica é comprar títulos usados pelo site Livronauta. O Livronauta foi desenvolvido por profissionais que trabalham com livros há muitas gerações. Foi lançado em dezembro de 2010 e, apesar de existir há um bom tempo, muitos desconhecem esse site, que vem atendendo às necessidades do mercado de venda de livros usados. É bom reforçar que o Livronauta não é uma livraria, mas sim uma ferramenta de intermediação entre sebos e compradores de livros usados. Muito bom para pesquisar, comparar preços e comprar livros. *** No Livronauta é possível também comprar CDs DVDs e LPs buscando por gêneros musicais https://www.livronauta.com.br/ProdutoSearch.html *** Acompanhe o Livronauto na sua página do Facebook https://www.facebook.com/livronauta  
  • Aplicativo relembra os bons tempos de colégio

    Chegou a hora de você relembrar das amizades especiais com quem você divide, ou dividiu, momentos inesquecíveis em sala de aula e na vida. A Rede La Salle lançou um aplicativo divertido, integrado ao Facebook, que relembra os bons tempos do colégio. Pelo app 'Todo Mundo Tem um Amigo Que...', o usuário pode 'marcar' os seus amigos mais importantes da época escolar, se divertir com os colegas de trabalho ou com suas atuais amizades. Para brincar, é só acessar http://on.fb.me/O9R4AN O sistema de funcionamento é simples: o usuário marca seus amigos nas lembranças que tem deles. Ex: aquele que diverte todo mundo com as piadas, o que é amigo de todo mundo, o esportista da turma ou aquele que explica as matérias mais difíceis. Depois de marcá-los, é só compartilhar a foto no mural e se divertir com os comentários e recordações. A ação reforça a importância das amizades e do conhecimento para os jovens e ainda faz os usuários recordarem os tempos, geralmente divertidos, do colégio.
  • Curso gratuito: Google como ferramenta de marketing

    Quantas vezes por dia você faz buscas pelo Google? Na maioria das vezes você consegue encontrar o que procura? Geralmente a reposta é positiva, tomando, claro, os devidos cuidados quanto a procedência das informações, que são selecionadas pelo usuário. Uma pesquisa realizada pela consultoria Predicta revela que os brasileiros utilizaram o Google para 94,8% de suas pesquisas. No entanto, a dúvida cruel sempre é a mesma: como ser encontrada entre as mais de 1 trilhão de páginas já indexadas pelo Google? Para o consultor Olimpio Araujo Junior, estar bem posicionado no Google é a solução. A resposta pode parecer simples, mas não é bem assim, tanto que cursos e mais cursos on line e presenciais são oferecidos para responder com embasamento, estratégia e técnica a pergunta acima. Para tirar todas as dúvidas, o consultor Olimpio, da OAJ Gestão de Marketing, está ofertando gratuitamente o curso Google como ferramenta de marketing. Neste curso, explica ele, serão apresentadas as principais ferramentas gratuitas oferecidas pelo Google para que seja possível melhorar os resultados de marketing das empresas. A carga horária é de 8 horas e o curso é on line com prazo máximo de uso de seis meses. PROGRAMA DO CURSO:
    • Novas regras de indexação do Google;
    • Quais os fatores relevantes para que seu site fique bem posicionado no Google;
    • Como funciona o Pagerank;
    • O que é, e como funciona o TrustRank;
    • Barra de ferramentas do Google - Como utilizá-la em estratégias de Marketing na Internet;
    • Aprenda a utilizar o Google Maps para anunciar seus produtos e serviços gratuitamente;
    • Como indexar suas páginas no Google através do AddUrl;
    • Como criar um "Sitemap" para que o Google reconheça todas as páginas de seu site;
    • Como usar essas palavras-chaves no site para atrair tráfego de qualidade e transformar visitantes em clientes;
    • Aprenda a utilizar as Ferramentas para WebMasters do Google;
    • Ferramenta de palavras cheves do Google AdWords
    • Aprenda a utilizar o Google Insights for Search e descubra o que os usuários do Google procuram em suas buscas;
    • Google Analytics - Saiba como planejar melhor suas estratégias e mensurar seu retorno sobre investimento.
    Para mais informações acesse: http://www.gestordemarketing.com/curso-twitter-marketing  
  • Publicação digital Radar Móbile é vencedora do Prêmio Anatec 2012

    A revista digital Radar Móbile,  lançada em março de 2011, foi premiada em duas categorias no VIII Prêmio Anatec, concedido pela Associação Nacional dos Editores de Publicações (Anatec). Foi a vencedora (ouro) na categoria “Projetos Digitais de Publicações” e ganhou prata na categoria “Publicações Digitais”. Ao todo, foram 12 categorias que reconheceram editoras e publicações especializadas pelo seu projeto, conteúdo, design, inovação e plataformas implementadas. 

    A função do Radar Móbile é rastrear e detectar a tendência – onde quer que ela esteja, do comportamento do consumidor ao design e à conjuntura econômica mundial. Já no seu primeiro ano de publicação alcançou a média de 9,5 mil acessos/mês, vindos de 62 países dos cinco continentes. A média de permanência no site é de cinco minutos, indicador considerado alto se comparado com a média das publicações digitais, que fica em torno de dois minutos.

    A editora Alternativa Editorial, com sede em Curitiba (PR) e sucursais em diversas Estados brasileiros, está há 30 anos no mercado publicando títulos especializados no setor de móveis brasileiro com foco em negócios e estratégia competitiva

    O Radar Móbile pode ser acessado pelo endereço www.radarmobile.com.br.

     
  • Os virais que estão fazendo história no mundo corporativo

    [caption id="attachment_701" align="aligncenter" width="400"] Reprodução Info Exame[/caption] Faz um viral para mim? Tem cliente que pede isso e acha que é fácil. Criar um viral não é assim de um dia para outro. Exige muita criatividade e correr riscos. Disponibilizo aqui no blog um post da Info Exame, sobre os 5 virais empresariais que sacudiram a internet. Alguns causaram bastante polêmica e até processos, mas todos deram bons resultados de fortalecimento da marca. A do Eduardo e Mônica tive uma aula em um curso na ESPM, em SP, com o criador da ideia. Muito bom! Vale a pena ver cada um para não ficar por fora do que rolou de viral por aí. http://info.abril.com.br/noticias/internet/5-virais-empresariais-que-sacudiram-a-internet-02092012-1.shl

Quem faz o blog

DESTAQUES DOS EDITORES