Blog do Tupan

Política sem meias palavras

Publicidade
Blog do Tupan

Cláudia Pereira, deputada de parar o trânsito, no Política & Viola

Cláudia Pereira no Política & Viola A deputada Cláudia Pereira (PSC) começou a namorar o marido, o hoje prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, depois de uma abordagem absolutamente original. Os dois eram estudantes de Direito em Foz, Cláudia fazia estagio na Promotoria. Para ir trabalhar precisa percorrer a pé um trecho sem ônibus e pouco habitado. O colega estava de olho nela. Membro da Polícia Rodoviária Federal, Reni Pereira campanou a colega de turma de carro e, quando ela estava caminhando em uma descida com muito trâfego, atravessou o carro na rua, bloqueou a passagem para os carros e perguntou se ela queria uma carona. Estupefata com a situação, o carro de Reni começava a provocar um engarrafamento, Cláudia não teve outro jeito que não o de aceitar o convite. Casaram em 2001 e estão juntos até hoje. Sobre o marido, ela define: é um homem firme e tem postura. Quem quiser conhecer essa e outras revelações da deputada, deve sintonizar o programa Política & Viola da TV Assembleia que vai ao ar neste sábado, apresentada pela dupla de cantores sertanejos Willian & Renan. Além de Cláudia Pereira, o programa trouxe a cantora Wérica Amicci, de Umuarama, cantora e compositora, que cultiva o gênero sertanejo universitário, que cantou músicas consagradas e composições próprias. Cláudia Pereira chegou ao Política & Viola vestida à caráter, com uma camisa xadrez, muito elogiada pelos apresentadores. Frustrou um pouco a dupla quando avisou que não iria cantar. Aliás, chegou a fazer menção de cantar e tocar uma música, com título meio ameaçador, chamada “Morte do Violeiro”, que acabou não cantando. O título da canção, no entanto, rendeu ótimas piadas. Cláudia Pereira nasceu em Ilha Solteira, interior de São Paulo. Mudou para Foz do Iguaçu aos dois anos viajando em uma Brasília amarela no colo da mãe. Quando foi o momento de decidir que profissão iria seguir, pensou muito em fazer Odontologia, mas acabou cursando Direito, o que foi uma mão na roda. Ela se especializou em Lei de Responsabilidade Fiscal e usa muito do que aprendeu em sua atividade parlamentar. É uma mulher bem resolvida, consegue dar conta de cuidar da família, da casa e do marido. Leva a filha para a escola todos os dias, administrar a casa e encontrar o marido, prefeito de Foz, nos finais de semana. Só se queixa da morte precoce da mãe, aos 46 anos, com quem era muito ligado e de quem ainda tem muitas saudades. No mais, tudo corre bem. É evangélica, mas de uma confissão, a Congregação Cristã do Brasil, em que o canto é coletivo, motivo pelo qual não é acostumada a cantar sozinha. Ainda assim cantou junto com a dupla e com a cantora, o hino “Como Zaqueu” (Como Zaqueu eu quero subir/ O mais alto que eu puder/ Só pra Te ver, / olhar para Ti/ E chamar Sua atenção para mim). O Política & Viola é parte da nova grade de programação da TV Assembleia (antiga TV Sinal) e segue a diretriz estabelecida pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB) de mostrar o lado humano dos políticos e aproximar a Assembleia da sociedade. O programa vai ao ar todos os sábados às 21h30min pelo Canal 16, para quem assina a NET, e tem reprises domingo e as quintas-feiras ao meio-dia e também pode ser visto na internet.

DESTAQUES DOS EDITORES