Publicidade

Veja fotos da explosão do apartamento no Água Verde, que deixou um morto e três feridos

A Polícia Civil do Paraná já está investigando as causas da explosão e do incêndio em um apartamento no último sábado (29) no Água Verde. O menino Mateus Lamb, 12 anos, morreu e outras três pessoas estão internadas, entre elas a irmã de Mateus, Raquel Lamb, 23 anos, e o esposo dela, Gabriel Araújo, 27 anos. A quarta vítima é Caio Santos,  técnico que realizava um serviço de impermeabilização de sofá no local.

Já no sábado a perícia começou a ser feita no local e um inquérito deve ser aberto. O resultado deve ser conhecido em 30 dias, e assim será possível apontar a causa ou causas para a explosão. No momento o que se tem de informação é que a causa da explosão é o trabalho de impermeabilização era feito no apartamento.

No sábado, o prefeito Rafael Greca lamentou a morte do menino, e disse que aguarda o resultado das investigações para tomar medidas que ajudem a evitar casos como este.

O prédio foi interditado no sábado por precaução, após avaliações técnicas da Comissão de Segurança em Edificações (Cosedi). A interdição é por tempo inderminado, até que o condomínio apresente laudo técnico que garanta a segurança estrutural do prédio.

DESTAQUES DOS EDITORES