Publicidade
Sobre Nós

Jornal do Estado acompanha a história do Paraná


Redação do Jornal do Estado em pleno vapor

O Jornal do Estado foi fundado em 1983, pelo jornalista Roberto Barrozo Filho.

Portaria do
Jornal do Estado

A filosofia de trabalho é a mesma desde a fundação da publicação: A verdade, doa a quem doer. Desde a primeira edição, o Jornal do Estado mantém o compromisso de dizer verdade, com uma política honesta, que defende a estrutura econômica do Paraná sem visar o protecionismo privilegiado, como escreveu Roberto Barrozo Filho na capa da primeira edição, em 17 de junho de 1983.

Rotativa imprime 8
páginas a cores e
em P&B de uma vez

No início, o número de funcionários era de aproximadamente 50, enquanto o jornal, diário, tinha 16 páginas.

Em 1996, foi importada uma nova rotativa, o que possibilitou a impressão de páginas coloridas. A primeira edição em cores foi lançada em 11 de abril de 1996.

Hoje, o Jornal do Estado tem 100 funcionários.

O jornal chega ao leitor com 30 páginas diárias, em média. Hoje o diretor responsável é Rodrigo Barrozo, a chefe de redação é a jornalista Josianne Ritz.


Roberto Barrozo Filho, fundador do Jornal do Estado

ROBERTO BARROZO FILHO
Roberto Barrozo Filho, fundador do Jornal do Estado, jornalista, advogado, foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Curitiba.

Desde jovem, dedicou-se à imprensa. Ainda estudante, fundou o jornal "A Palavra" e a revista "O Livro". Trabalhou no jornal "Diário da Tarde" ao lado do pai, Roberto Barrozo, então diretor da publicação. Em 1966, fundou o "Jornal de Curitiba", que circulou até 1972. Barrozo morreu em 13 de julho de 1999 deixando seu filho Rodrigo Barrozo no comando do Jornal do Estado.

 

DESTAQUES DOS EDITORES