Publicidade
Aids

Campanha Nacional de Incentivo ao Teste para HIV começa por Curitiba

Ônibus da Pastoral da Aids vai percorrer paróquias paranaenses para que pessoas possam fazer testes
Numa parceria inédita entre o Ministério da Saúde e a Igreja Católica – representada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) -, Curitiba passa a ser, a partir de hoje (29), a primeira capital brasileira a realizar a Campanha Nacional de Incentivo ao Teste para HIV.

O lançamento da campanha Declare Seu Amor por Você está sendo feito agora de manhã, em frente à Catedral Metropolitana. Um ônibus da Pastoral da Aids, com profissionais da saúde, vai percorrer as paróquias paranaenses para que as pessoas possam fazer os testes.

Segundo o arcebispo de Curitiba, dom Moacyr Vitti, os padres vão conversar com os fiéis, buscando conscientizá-los de que muitas pessoas desconhecem que são portadoras do vírus. O diagnóstico precoce, por meio da sensibilização comunitária, será feita também pelos agentes pastorais da Saúde, da Criança e da Aids. “A orientação é que nas igrejas isso aconteça em todas as celebrações”, ressaltou o arcebispo.

De acordo com a coordenação municipal do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids, a cada mês Curitiba realiza cerca de 4 mil exames para diagnóstico da síndrome. Cerca de 1% é positivo para HIV.

Dados do Ministério da Saúde de 2008 mostram que cerca de 60% da população brasileira nunca fez o teste. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, de 2003 a 2006, 43,7% dos pacientes soropositivos que chegaram aos serviços de saúde já apresentavam deficiência imunológica ou quadro clínico de sintomas da aids. Desse total, 28,7% evoluíram para quadro clínico mais grave e morreram no início do tratamento.

Atualmente, são cerca de 630 mil pessoas vivendo com HIV e aids no país. Desse total, estima-se que 225 mil pessoas sejam portadoras do HIV e desconheçam sua condição sorológica.
Publicidade