Publicidade
Esporte

2 - 'Se isso não mudá-lo, nada mais irá', diz chefe da Red Bull sobre Verstappen

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um novo erro de Max Verstappen e a Red Bull perdeu a chance de fazer a dobradinha no GP de Mônaco da Fórmula 1. Christian Horner, chefe da escuderia, sempre ponderado com erros de seu piloto, subiu o tom.

"Ele precisa aprender com isso e parar de cometer tantos erros. Ele sabe disso e eu imagino que foi muito doloroso assistir o treino imaginando o que poderia ter sido", disse Horner.

Faltando dois minutos para o fim do treino livre, Verstappen bateu forte no guard-rail e danificou toda a lateral direita de seu carro. A Red Bull tentou consertar o carro para que o piloto voltasse para o marcar tempo para o grid de largada. Mas a batida danificou a caixa de marchas e o piloto assistiu o treino dos boxes.

Quando perguntado sobre o acidente ser uma espécie de catalisador para que Verstappen possa parar com tantos erros, Horner foi enfático: "Se isso não mudá-lo, eu não sei mais o que irá."

Mas como sempre, Horner também aliviou e se mostrou otimista com o piloto. "Nós temos um grande carro, e ele é um piloto fenomenal, rápido e estaria brigando pela pole hoje".

Por sua vez, Verstappen se limitou a dizer que "tudo aconteceu muito rápido após uma pequena distração, e eu virei muito cedo". Fato é que o piloto vai largar na última posição e dificilmente chegará perto dos primeiros colocados.

Desde 2006, nenhum piloto que ficou de fora do treino classificatório chegou ao pódio em Mônaco.

DESTAQUES DOS EDITORES