Publicidade
Cultura

Palmirinha volta no canal BemSimples

Embora fale de improviso, Palmirinha seguirá um roteiro básico a cada programa
Palmirinha volta no canal BemSimples

Dois anos depois de ter deixado a TV Gazeta, a culinarista e apresentadora Palmira Nery da Silva Onofre, a Palmirinha, volta à televisão hoje, quando estreia seu novo programa no canal BemSimples, do grupo Fox. A série terá 26 episódios, com exibição dos inéditos às quartas-feiras, às 22 horas, e ficará no ar pelo período de um ano.
Embora fale de improviso, Palmirinha seguirá um roteiro básico a cada programa. Inicialmente, ela contará a história de sua vida, como o período em que vendeu sonhos nas ruas para comprar uma blusa para uma das três filhas. Depois passará à elaboração do prato ou quitute relacionado àquela passagem, como, no caso relatado, o sonho e seu recheio. Ao final, o boneco Guinho, fiel parceiro de cozinha, manipulado pelo ator Anderson Clayton, dá dicas de internet para as amiguinhas da apresentadora.
É um programa que tem tudo o que as minhas amiguinhas queriam, anuncia Palmirinha. Tem histórias, tem culinária, brincadeiras, choro, risos e até alguns erros, resume, admitindo as pequenas trapalhadas que já são tão bem aceitas pelo público. Vocês vão adorar também as falhas da Palmirinha, as palavras que ela não consegue falar e pergunta para o Guinho, promete, referindo-se a uma das funções do escudeiro, sempre atento também para socorrer a apresentadora em caso de algum lapso da memória.
Uma dessas distrações ocorreu nos bastidores de uma gravação, em maio, acompanhada pela reportagem. Ao falar de sua idade, Palmirinha disse que faria 85 anos (em 29 de junho). Foi lembrada por uma das filhas que é mais jovem e completaria 81 anos. Toda a equipe e a própria apresentadora caíram na gargalhada. O ambiente profissional, mas amigável e descontraído das gravações encantou a culinarista. Foi um carinho só, relata. Eles montaram um cenário que tem tudo o que tem na minha casa, eu não tive que me preocupar com nada.
Embora não quisesse mais trabalhar na televisão e programe o afastamento definitivo para 2013, a apresentadora aceitou o convite da Fox pelas facilidades oferecidas e porque poderia seguir contando com a participação de Guinho. Temos aqui o diferencial da estrutura, são 60 pessoas trabalhando para a Palmirinha, desde a equipe até a cozinha de apoio, destaca Anderson Clayton, referindo-se às gravações feitas nos estúdios da Zeppelin Filmes, em Porto Alegre, entre 23 de abril e 12 de maio. Eu chego na frente da câmera, faço a minha receita, mas já tenho (um prato) pronto para mostrar sem me cansar tanto, tenho um guarda-roupa que me veste, estou bem arrumadinha, a cada programa com uma roupa mais linda do que a outra, revela a culinarista.

Não é só para vovós e cozinheiras
O programa não será dirigido exclusivamente às vovós e cozinheiras como Palmirinha, mas também ao crescente público jovem da apresentadora. Isso, conforme Anderson Clayton, pode ser notado pelo enfoque, enredo, sonorização, músicas para cima e essa coisa mais irreverente e descontraída que cada episódio terá. Eu digo que pelo vídeo se sente o cheiro da casa da vovó, mas é de uma vovó moderna, com computador e internet, que consegue falar também com a criança e a família, completa o ator.
A agenda deste ano não terminou com a gravação dos programas. Sem dar detalhes, Palmirinha adianta que vai percorrer várias cidades do País em um projeto que une cultura e gastronomia regional, acompanhada de mais dois culinaristas. Nos eventos, vai apresentar e produzir seus pratos, sugerir a adoção de alimentação saudável e bons modos à mesa. Também entregará um livro com suas melhores receitas aos participantes.

História
Nascida em Bauru, Palmirinha viveu em São Paulo dos 5 aos 14 anos, na casa de uma senhora francesa, com quem aprendeu as primeiras receitas e os bons hábitos à mesa, e retornou à cidade natal. Em 1960 mudou-se definitivamente para a capital. Por longo tempo ganhou a vida cozinhando para fora ou vendendo nas ruas as delícias que criava em casa. Nos anos 90 participou como convidada de um programa de Silvia Poppovic e chamou atenção pela empatia e talento com as panelas, apesar do linguajar simples. Na sequência, tornou-se colaboradora do Note e Anote, de Ana Maria Braga, na Record, onde ficou por cinco anos. E de 1999 a 2010 esteve na Gazeta, elaborando suas receitas e tirando dúvidas do público.

Publicidade