Publicidade
Atlético

Jorginho faz discurso otimista

Mesmo não tendo conseguido seu objetivo e ainda perder com mando de campo pela 1ª vez no ano, o treinador Jorginho apresentou um discurso otimista ao final da partida contra o Vitória. Em um primeiro momento, o técnico isentou o jogador Marcelo de qualquer pressão por conta dos gols perdidos e ainda negou que o time tenha mudado de postura diante do vice-líder da Série B.
A postura não mudou, mas enfrentamos outros adversários, disse ele, ao justificar a derrota pelo bom desempenho do time do Vitória. O time do Vitoria não é qualquer um, eles estão arrumando esse time desde o ano passado. É uma situação completamente diferente do Atlético.
Ao ser questionado se pensa em mudar a escalação, Jorginho ainda foi enfático. Não está acontecendo nada. Ninguém veio nos dizer para trocar quando ganhamos. O Atlético começou com isso (de mudar a escalação todo jogo) ano passado, trocando toda hora. Hoje está aqui, na Série B, falou.
Para o técnico, o time precisa de calma e entender as vaias que levou do torcedor ao final da partida. Entendemos a chateação do torcedor. A pressão é grande, mas temos que ter paciência e tranqüilidade, falou.
Todos os jogos da competição são muito difíceis. Agradecemos os que nos deram incentivo, mas depois que acabou o jogo o torcedor tem o direito de vaiar, completou.

Publicidade