Publicidade
Umbará

2º maior bairro de Curitiba eleva potencial imobiliário

2º maior bairro de Curitiba eleva potencial imobiliário

Com uma configuração diferenciada – preços mais acessíveis e lotes menores – os condomínios residenciais começam a despontar em novos bairros de Curitiba, como o Umbará, que apesar de ser o segundo maior da cidade em tamanho (22 milhões m²) passa por intenso processo de transformação urbana.

Com todas unidades vendidas, a urbanizadora entrega no dia 16, os 123 terrenos do condomínio residencial La Ville, construído região. O empreendimento, que possui áreas verdes preservadas e completa infraestrutura de lazer e convívio, foi considerado um sucesso de venda.

Com 1,9 milhões de habitantes, Curitiba, é a oitava cidade mais populosa do país. Isso vem demandado da indústria imobiliária maior diversidade, especialmente em regiões impactadas fortemente pela industrialização e crescimento demográfico, destaca Juliano Maran, um dos sócios da urbanizadora paranaense Paysage Empreendimentos

O bairro, que faz divisa com o Sítio Cercado, absorveu muito bem esta tendência construtiva que ainda é uma novidade na região, destaca um dos sócios da empresa, o executivo Juliano Maran.

A região deverá ser beneficiada com obras de ligação da Fazenda Rio Grande a Curitiba, via Umbará, entre os projetos que consolidam o Corredor Metropolitano que integra capital aos seus vizinhos do sul.

Conforme dados do Sinduscon-PR, o Umbará elevou em 74% o número de unidades construídas este ano, se comparado o mesmo período do ano passado.

Dentre a gama de produtos oferecidos pela Paysage Empreendimentos, os condomínios completos, com terrenos menores, mas com uma gama de soluções de infraestrutura, são os maiores destaques em vendas da urbanizadora.

Estamos formatando também um novo conceito de empreendimento, próximo ao que chamávamos anteriormente de vilas. Uma urbanização com áreas privativas, acessibilidade e infraestrutura planejada, próximo a áreas verdes, mas com uma configuração totalmente nova e arrojada, destaca Maran.

DESTAQUES DOS EDITORES