Brasil vê com simpatia candidaturas à ONU de Argentina e Portugal, diz Serra

02/09/16 às 15:03 - Atualizado às 15:43 Folhapress

JOHANNA NUBLAT, ENVIADA ESPECIAL HANGZHOU, CHINA (FOLHAPRESS) - O ministro José Serra (Relações Exteriores) afirmou nesta sexta-feira (2) que o governo vê com "simpatia" os nomes da argentina Susana Malcorra e do português António Guterres para a vaga de novo secretário-geral da ONU. Questionado sobre se o Brasil já tinha um candidato escolhido, Serra disse que o governo ainda estava na expectativa das prévias da corrida. "Claro que vemos com simpatia a possibilidade da Argentina, como vemos também a possibilidade de Portugal.

A ONU está fazendo seu processo eleitoral de sondagens", disse o ministro em Hangzhou, para onde viajou acompanhando o presidente Michel Temer, que participará da cúpula do G-20 a partir de domingo (4).

O sul-coreano Ban Ki-moon, que comanda as Nações Unidas há cinco anos, deixará o posto em dezembro. A búlgara Irina Bokova, chefe da Unesco (braço da ONU para cultura e educação), é tida como candidata favorita a sucedê-lo, na primeira eleição "às claras" da ONU desde sua criação, em 1945. Além de Malcorra, Guterres e Bokova, concorrem Helen Clark (ex-premiê da Nova Zelândia), Vesna Pusic (ex-chanceler da Croácia), Natalia Gherman (ex-premiê de Moldova), Danilo Türk (ex-presidente da Eslovênia), Vuk Jeremic (ex-chanceler da Sérvia) e Igor Luksic (chanceler de Montenegro).

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop