Paraná bate recorde de pedidos de aposentadorias

Em maio, segundo dados da Previdência, 57 mil paranaenses requereram o benefício

24/07/17 às 22:00 - Atualizado às 12:46 Rodolfo Luis Kowalski

Diante da iminente aprovação e promulgação da Reforma Previdência, que deverá retardar o acesso à aposentadoria pelos brasileiros, o Paraná registrou em maio deste ano, último mês com dados disponíveis, um número recorde de requerimentos de benefícios previdenciário: foram 56.692 pedidos de aposentadoria, maior número da série histórica iniciada em 2004, quando a Previdência Social passou a divulgar mensalmente o seu Boletim Estatístico (BEPS).

De acordo com o vice-presidente Executivo da Associação Nacional dos Servidores Públicos da Previdência e da Seguridade Social (ANASPS), Paulo César Regis de Souza, a crescente no número de pedidos é uma das consequências da reforma, que ele classifica como “reforma Frankenstein”. Desde janeiro, foram registrados 234.101 requerimentos no estado. No ano passado, haviam sido 229 mil nos cinco primeiros meses do ano, enquanto em 2015 foram 205 mil.
“Os segurados da Previdência Social vivem aos sobressaltos, temendo a perda de seus direitos”, afirma Paulo César, apontando ainda que a chuva de solicitações de benefícios se deu principalmente por benefícios com tempo de contribuição, pois sua extinção pela reforma proposta implicará em perdas maiores do que as produzidas pelo fator previdenciário.
Outra consequência da reforma, ainda segundo a ANASPS, foi a elevação dos represamentos na solicitação de benefícios. Em todo o país, 840 mil pedidos ainda estão em análise, dos quais 46 mil no Paraná. O número, contudo, já foi bem maior. Em abril, por exemplo, eram 68.604 requerimentos represados.
“Isto tem forte impacto negativo no INSS que enfrenta um sem número de dificuldades”, diz Paulo César. “Acredito que é consequência da omissão do Ministro do Desenvolvimento Social, que não quer saber do que se passa no INSS, o mesmo acontecendo com o Ministro a Fazenda. Ele não se reúne com os dirigentes do INSS, não os chama para conversar, não orienta nada e não cobrar nada, como se o INSS estivesse solto no espaço na mão de estranhos”, reclama.

Por dia, 874 benefícios são concedidos no estado
Além dos 234 mil requerimentos de aposentadoria apresentados neste ano, um total de 91.965 pedidos foram indeferidos pela Previdência Social, enquanto nos cinco primeiros meses do ano passado haviam sido 110.095 indeferimentos. Ainda assim, porém, é grande o número de pessoas que têm conseguido acesso ao benefício.
Em 2017, foram concedidos até maio 131.949 benefícios aos paranaenses, o que dá uma média de 874 benefícios concedidos por dia. Com valor médio de R$ 1.351,99, as novas aposentadorias representam um impacto de aproximadamente R$ 179 milhões aos cofres públicos.

INSS

Requerimento de benefícios

Mai/17

56.692

Abr/17

44.820

Mar/17

51.329

Fev/17

40.652

Jan/17

40.608

Indeferidos

Mai/17

20.414

Abr/17

17.872

Mar/17

21.186

Fev/17

18.507

Jan/17

13.986

Em análise

 

Mai/17

46.442

Abr/17

68.604

Mar/17

41.064

Fev/17

41.256

Jan/17

43.095

Benefícios concedidos

Jan/17

22.229

Fev/17

23.794

Mar/17

29.623

Abr/17

25.416

Mai/17

30.887

TOTAL

131.949

Valor (em R$)

Jan/17

30.444.020

Fev/17

32.426.030

Mar/17

39.672.061

Abr/17

34.224.098

Mai/17

41.444.168

TOTAL

178.210.377

Valor Médio do Benefício
(em R$)

Jan/17

1.369,56

Fev/17

1.362,78

Mar/17

1.339,23

Abr/17

1.346,56

Mai/17

1.341,80

TOTAL 2017

1.351,99

Tempo Médio de Concessão
(em dias)

Jan/17

59

Fev/17

55

Mar/17

56

Abr/17

53

Mai/17

50

Continue lendo esta matéria. Faça seu login ou cadastre-se no Bem Paraná
Grátis

Usuários cadastrados no Bem Paraná tem acesso a conteúdo exclusivo.

Recupere sua senha

Insira seu login no Bem Paraná

Login?
Loading...
0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop