Publicidade
Pesquisa

83% dos consumidores pretendem comprar presentes neste Natal

Oitenta e três por cento dos consumidores entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua tradicional pesquisa online sobre a intenção de compra para o Natal e Fim de Ano, declararam que irão comprar presentes para esta data. No entanto, destes, 75% pretendem gastar menos em relação a 2016, quando 79% tinham esta pretensão. Outros 16% irão gastar a mesma quantia, enquanto 9% um valor superior. Em 2016 80% dos respondentes afirmaram que pretendiam presentear alguém no Natal e em 2015, 81%.

Dentre esses consumidores, 71% comprarão presentes para até quatro pessoas com ticket médio de R$ 52,86, um crescimento de 2,8% no valor pretendido contra 6,4% registrados em 2016, quando o valor médio gasto foi de R$ 51,40. A maior parte das compras será em lojas de departamentos e centros comerciais, com 37% das menções. Os demais consumidores irão se dividir entre as lojas de rua (34%) e as lojas de shoppings (29%).


71% dos consumidores irão pagar à vista. O principal meio de pagamento será o dinheiro com 44% das menções, seguido por 33% para cartão de débito. Os outros 29% dos consumidores pagarão a maior parte de suas compras de forma parcelada, sendo o cartão de crédito o meio de pagamento a ser utilizado por 91% deles.


Para os 17% que não irão comprar presentes no Natal, os principais motivos apontados são o desemprego (25%) e o endividamento (19%). Outros fatores que apresentaram crescimento em relação ao ano passado foram: contenção de despesas (de 5% para 15%), não comemorar a data (de 5% para 14%) e o aumento dos preços/juros/inflação (de 1% para 7%).

Ceia de Natal
Ainda de acordo com a pesquisa da Boa Vista, 51% dos consumidores informaram que a ceia de Natal em 2017 terá a mesma cesta de bens que a do ano anterior, e para outros 33% ela será reduzida. Já para 16%, a ceia de Natal deste ano será mais farta, contra os 11% de consumidores que disseram o mesmo no ano passado.

Comprometimento da renda
De um modo geral, 60% dos consumidores não querem gastar mais do que R$ 500 considerando todas as compras que precisam fazer para Natal e Fim de Ano, como as de alimentos, presentes, viagens. Destes, 32% pretendem gastar até R$ 300,00 e outros 28% entre R$ 301,00 a R$ 500,00. O valor médio total pretendido será de R$ 461,63. Para 58% dos consumidores este valor médio total não deverá atingir 25% da renda familiar disponível para as compras.
Compras pela Internet e fraudes eletrônicas.


Comparado ao ano passado, passou de 20% para 25% o total de consumidores que realizarão suas compras de Natal e Fim de Ano pela Internet. Destes, 41% sentem-se muito seguros em realizar este tipo de transação. Também subiu de 31% para 46% o total dos que acreditam ser baixa ou nenhuma a probabilidade de ocorrer uma fraude (em 2015 este percentual representava 22% dos respondentes).
Metodologia


Um total de 1.009 consumidores, de todo o Brasil, participou da pesquisa online realizada pela Boa Vista SCPC, entre os dias 5 a 30 de outubro, com o objetivo identificar a pretensão de compra para o Natal e Fim de Ano. A leitura dos resultados deve considerar 3% de margem de erro e grau de confiança de 95%.

Publicidade

Veja também