Publicidade
Câmara Federal

Aliado de Cunha vai relatar caso do deputado paranaense Nelson Meurer

Mesmo fora da primeira lista tríplice formada a partir de um sorteio, o deputado federal Mauro Lopes (MDB-MG) foi escolhido ontem pelo presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Elmar Nascimento (DEM-BA), para ser o relator do processo disciplinar instaurado contra o deputado federal da bancada do Paraná, Nelson Meurer (PP), por quebra de decoro parlamentar. Em 2016, Lopes, assim como Nelson Meurer, votou contra o parecer que pedia a cassação do mandato do ex-deputado Eduardo Cunha (MDB-RJ), hoje preso em Curitiba no âmbito da Operação Lava Jato.
A lista tríplice sorteada na data da instauração do processo, na semana passada, continha os nomes dos deputados Izalci Lucas (PSDB-DF), José Carlos Araújo (PR-BA) e Pompeo de Mattos (PDT-RS). Mas, ao abrir a reunião do Conselho de Ética nesta quarta-feira (11), o presidente do colegiado informou que Izalci Lucas pediu a retirada do seu nome da lista tríplice e um novo sorteio foi realizado para substitui-lo. Com isso, o nome de Mauro Lopes foi o escolhido, segundo o presidente do Conselho de Ética, por ser “um dos mais assíduos” do colegiado, segundo informou a jornalista Catarina Sconstecci, do jornal ‘Gazeta do Povo’.
Caberá ao relator produzir um parecer sobre eventual punição a Nelson Meurer, em função da condenação do paranaense pelo Supremo Tribunal Federal (STF), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, na esteira da Lava Jato. 

DESTAQUES DOS EDITORES