Publicidade
Depósitos

Aumenta o volume de depósito na poupança feito pelo paranaenses

Os paranaenses estão guardando mais dinheiro. Dados do Banco Central levantados pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) mostram que as aplicações na caderneta de poupança somaram R$ 44,1 bilhões no Estado em junho.

Na comparação com junho do ano passado, as aplicações dos paranaenses na poupança cresceram 11,7%, um incremento de R$ 4,6 bilhões. O volume de poupança naquele mês somava R$ 39,5 bilhões. Em relação a maio deste ano, quando havia R$ 43,6 bilhões depositados na poupança, o aumento foi de 1,2%.

“Este crescimento nas aplicações no Paraná demonstra que houve mais depósitos do que saques no período, é um reflexo do aumento da renda dos paranaenses. Há uma melhora gradativa no mercado de trabalho do Estado, que possibilita que o cidadão guarde mais dinheiro”, explica o diretor-presidente do Ipardes, Julio Suzuki Júnior. O rendimento da poupança está próximo a 4,5% ao ano. 

Curitiba é a cidade com o maior valor aplicado, com R$ 14,7 bilhões em depósitos em junho, o que equivale a 33% do total do Estado. Na sequência vêm Londrina (R$ 2,9 bilhões), Maringá (R$ 2,1 bilhões), Ponta Grossa (R$ 1,3 bilhão) e Cascavel (R$ 1,1 bilhão). Nos demais municípios, os depósitos somam R$ 22,7 bilhões, correspondendo a 51,5% do total.

DESTAQUES DOS EDITORES