Publicidade
Política em Debate

Adesão

Adesão
(Foto: Divulgação)

O apresentador de televisão, Carlos Massa, o Ratinho, pai do deputado estadual e candidato ao governo do Estado, Ratinho Júnior, divulgou vídeo anunciando sua participação em uma carreata no Espírito Santo em favor do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro (RJ). No vídeo, Ratinho pai convoca eleitores para o evento, marcado para o próximo dia 24, que terá a participação do senador Magno Malta (PR/ES), que chegou a ser cotado para vice de Bolsonaro. “O Brasil não é de outra cor. Nossa bandeira é verde amarela. O Brasil é nosso e não vamos entregá-lo a ninguém”, afirma o apresentador. 

Salada
Oficialmente, o PSD de Ratinho Jr integra a coligação que apoia a candidatura do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência. O candidato e filho do apresentador, porém, havia anunciado publicamente a intenção de apoiar a candidatura do senador Alvaro Dias, do Podemos, à presidência. O Podemos integra a coligação de Ratinho Jr no Paraná, tendo lançado o professor Oriovisto Guimarães como candidato ao Senado na chapa do deputado do PSD. 

Animador
O apresentador também teve sua participação em eventos de campanha do filho limitada pela Justiça. O juiz Gilberto Ferreira, do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), determinou que atos com a presença do empresário não sejam animados ou apresentados por ele, nem anunciados dando destaque à sua participação. A decisão considera que a figura do pai do candidato vinha sendo usada para “atrair um público maior aos comícios de Ratinho Júnior”, o que extrapola os limites da liberdade de expressão e desequilibra o pleito.

‘Abuso’
O magistrado citou peças de campanha que anunciam a presença de “Ratinho pai” nos eventos. Em um dos convites, lê-se: “Venha dar um abraço no Ratinho!”. “Não se pode impedir que o cidadão Ratinho preste apoio ao filho durante a campanha eleitoral, inclusive participando de comícios e eventos. Contudo, deve-se evitar o abuso desse direito”, escreveu Ferreira. Para o juiz, celebridades e artistas não podem atuar em eventos de campanha “na condição de protagonistas”, mas sim como cidadãos. A medida é liminar (de caráter provisório), e ainda cabe recurso.

Pesquisa
O Ibope registrou na última sexta-feira, uma nova pesquisa sobre a eleição no Paraná. O instituto 1.204 eleitores entre o último dia 21 e a próxima quinta-feira. A divulgação do levantamento, encomendado pela RPC, deve acontecer na sexta-feira. O instituto vai pesquisar a intenção de voto para governo do Estado, senado e Presidência, além da avaliação dos governos Cida Borghetti (PP) e Michel Temer (MDB).  O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. 

Expectativa
Será a primeira pesquisa do Ibope desde a prisão do ex-governador e candidato ao Senado, Beto Richa (PSDB), na operação Rádio Patrulha. 

Congestionamento
Com o bom tempo, a ‘feirinha’ do Largo da Ordem assistiu ontem a um “congestionamento” de candidatos às eleições deste ano. Passaram pelo local a presidenciável Marina Silva (Rede); a governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti (PP); o senador Roberto Requião (MDB) e seu sobrinho e candidato ao governo João Arruda (MDB), além da senadora e candidata à vice-presidência na chapa de Ciro Gomes, Kátia Abreu (PDT/TO).

DESTAQUES DOS EDITORES