Publicidade
Bolívia

Adversário do Athletico demite técnico três dias antes de jogo da Libertadores

Miguel Angel Portugal cumprimenta Tiago Nunes, na Arena da Baixada, em jogo da Libertadores
Miguel Angel Portugal cumprimenta Tiago Nunes, na Arena da Baixada, em jogo da Libertadores (Foto: Valquir Aureliano)

O Jorgel Wilstermann, da Bolívia, decidiu demitir o técnico espanhol Miguel Angel Portugal, 63 anos, no último domingo (dia 21). A equipe será comandada pelo interino Norberto Kekes, auxiliar argentino, na partida desta quarta-feira (dia 24) contra o Athletico Paranaense, em Cochabamba, pela quinta rodada do Grupo G da Copa Libertadores.

A demissão veio após a derrota para o Oriente Petrolero, por 1 a 0, pelo campeonato nacional, no último domingo. O Wilstermann ficou na sexta posição, após 19 rodadas, com 32 pontos – nove a menos que o líder Bolívar.

Portugal estava no Wilstermann desde dezembro. Desde então, somou dez vitórias, quatro empates e nove derrotas. Na Libertadores, o time somou dois empates e duas derrotas no Grupo G.

O técnico espanhol comandou o Athletico Paranaense em 2014, com cinco vitórias, dois empates e seis derrotas. Com ele, o time somou quatro vitórias, nenhum empate e quatro derrotas na Libertadores de 2014. Acabou eliminado na fase de grupos.

Portugal começou a carreira de treinador em 1996, no Arandina. Em 1997, assumiu o comando do Real Madrid B. Em 2012 e 2013, antes de chegar ao Athletico, estava no comando do Bolívar.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES