Publicidade
Libertadores

Adversário do Athletico nunca venceu no Brasil e sofre como visitante

(Foto: Reprodução/Twitter/Wilstermann)

O Jorge Wilstermann, adversário do Athletico Paranaense na quinta-feira (dia 14), pela Copa Libertadores, nunca venceu uma partida oficial no Brasil. Fundado em 1949, o clube de Cochabamba, já disputou dez jogos em território brasileiro e colecionou nove derrotas. O único empate ocorreu em 2017, quando ficou no 0 a 0 com o Atlético-MG, pela Libertadores.

As nove derrotas foram em oito jogos pela Libertadores e um pela Copa Conmebol – competição extinta em 1999. Nessas dez partidas no Brasil, o clube marcou quatro gols e sofreu 32.

As derrotas foram para São Paulo (5 a 0), Flamengo (4 a 1), Corinthians (5 a 2), Santos (5 a 0), Internacional (3 a 0), Palmeiras (2 a 0 e 1 a 0), Vasco (4 a 0) e Atlético-MG (3 a 1).

VISITANTE
Em toda história, o Jorge Wilstermann disputou 62 jogos como visitante em competições oficiais da Conmebol – Copa Sul-Americana, Copa Conmebol e Libertadores. E conseguiu apenas quatro vitórias fora de casa.

Esses quatro resultados positivos foram sobre o Always Ready, na Bolívia, em 1968, sobre o Técnico Universitário, no Equador, em 1981, sobre o Universitario, no Peru, em 1986, e sobre o Oriente Petrolero, na Bolívia, em 2018.

Nas demais partidas como visitante, foram nove empates e 49 derrotas.

MANDANTE
A força do Jorge Wilstermann está como mandante. O clube joga em Cochabamba, a 2.500 metros de altitude. Em todas as competições da Conmebol, somou 30 vitórias em casa, 20 empates e 14 derrotas.

Na primeira rodada da Libertadores 2019, o clube boliviano recebeu em casa o Boca Juniors e ficou no empate em 0 a 0.

DESTAQUES DOS EDITORES