Publicidade
Sabatina

Alvaro propõe lista tríplice para STF

O senador alvaro Dias (Podemos), pré-candidato a presidente da República, defendeu ontem, que a indicação de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) seja feita por meio de lista tríplice, seguindo critérios de meritocracia - propostas semelhantes tramitam no Congresso. Em crítica ao STF, Alvaro disse que atualmente as leis são “interpretadas ao sabor de conveniências e circunstâncias” pelos ministros. Ele afirmou que a medida poderia “eliminar suspeições” que pairam sobre decisões de ministros da Corte.
O senador também fez críticas diretas à reforma trabalhista e declarou que será preciso que o próximo presidente promova mudanças na Proposta de Emenda à Constituição 287, da reforma da previdência, em tramitação na Câmara dos Deputados. “Há necessidade de reestudar a proposta de reforma da previdência. Não há como evitar a idade mínima e não há como não convergir os sistemas público e privado. Não se fará reforma da previdência sem eliminar privilégios de autoridades”, disse o senador, durante participação no evento Diálogo da Indústria com Candidatos à Presidência da República, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Alvaro diz que reforma trabalhista produziu avanços, mas criticou o mecanismo de trabalho intermitente e a possibilidade de mulheres lactantes trabalharem em locais insalubres. Em âmbito internacional, Dias disse que o País deve tentar vincular o Mercosul a acordos comerciais com o Mercado Comum Europeu.

DESTAQUES DOS EDITORES