Publicidade
'Estagiário'

Após empate, técnico e presidente do Paraná Clube fazem críticas à arbitragem

Matheus Costa: dois pênaltis não marcados
Matheus Costa: dois pênaltis não marcados (Foto: Valquir Aureliano)

O técnico do Paraná Clube, Matheus Costa, fez críticas à arbitragem, citando três lances, após o empate em 0 a 0 com o Oeste, nesse sábado (dia 1º) pela manhã. “Sem querer transferir a responsabilidade para a arbitragem, mas o que o que aconteceu aqui hoje... Tivemos um pênalti claríssimo no Rodolfo, quando o goleiro deu um soco nas costas dele. O gol do João Pedro não sei por que até agora ele marcou aquela falta. E teve um lance muito duvidoso do Ramon na área também”, declarou, em entrevista coletiva após o jogo.

O presidente do Paraná Clube, Leonardo de Oliveira, também concedeu entrevista coletiva após o jogo e fez duras críticas à arbitragem. “É uma total falta de responsabilidade colocar um árbitro como esse para apitar um jogo como esse”, disse. “Que não venham estagiários apitar aqui na Série B. Vem aqui um árbitro que tem no currículo cinco jogos de Estadual e um de Copa do Brasil Sub-20. Tem que analisar currículo de quem está apitando”, afirmou. “Veio apitar aqui um árbitro que apita jogo de sub-11, de sub-3 durante a semana”, atacou. “No mesmo jogo, teve dois pênaltis não marcados e um gol mal anulado”, declarou.

Sobre o jogo, Matheus Costa destacou o domínio do Paraná. “O adversário não acertou nenhuma finalização no nosso gol”, disse. E falou sobre o centroavante Jenison, criticado pela torcida. “Ele não fez boa partida. Ele sabe disso. Escorregou nas duas chances que teve. Mas acertou uma no travessão. Se ele fez o gol ali...”, comentou.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES