Publicidade
Bem-estar

Aromatização contribui para compras por impulso

Segundo um estudo da Universidade Rockefeller, os aromas são fatores de atração e contribuem para o aumento das compraspor impulso em até 38%. Essa mesma pesquisa indicou que 35% da memorização vêm do olfato e 5% da visão.

Encontrar um diferencial hoje em dia é um grande desafio dos empreendedores, e o Marketing Olfativo é uma ferramenta ainda pouco explorada que tem efeito comprovado, causa um impacto emocional positivo, explica Eliana Machado, diretora comercial da Airomas.

A Identidade Olfativa consiste em transmitir a identidade da marca por meio de uma fragrância exclusiva.

O uso desses aromas personalizados criam vínculo com o público, registrando a marca de forma mais efetiva em sua memória e permanecendo em seu subconsciente.

A aromatização do ambiente pode induzir a mudanças de humor das pessoas e interferir no comportamento, tanto da equipe, quanto dos clientes e é possível criar um cheiro com um objetivo específico, diz Luciana Nassif, especialista da Airomas no desenvolvimento de fragrâncias.

Eventos

O marketing olfativo também é um diferencial importante para eventos ou feiras. A aromatização desperta curiosidades e atrai pessoas, e quando usamos uma Identidade Olfativa, o cheiro exclusivo de uma marca, essa experiência cria ou reforça uma relação mais íntima com o consumidor, afirma Luciana. "Além do bem estar no ambiente que tende a reter pessoas", completa.

Lojas

A aromatização pode ser feita com um perfume mais comum ou com um exclusivo. Um bom conceito, uma imagem atraente e um cheiro que "combine" trabalha de forma multissensorial a exposição da marca, reforçando sua aceitação e a ideia de que ela é única. Ter uma identidade olfativa possibilita um vínculo afetivo de longo prazo com os clientes, diz Luciana.

Tecnologia

A Airomas possui uma tecnologia exclusiva, moderna e segura para dispersão das fragrâncias. Os equipamentos oferecidos pela empresa garantem uma distribuição homogênea, estável e rápida em todo ambiente.

DESTAQUES DOS EDITORES