Publicidade
Copa do Brasil

Atlético desafia retrospecto contra o São Paulo e invencibilidade de Aguirre no Morumbi

Atlético desafia retrospecto contra o São Paulo e invencibilidade de Aguirre no Morumbi
Nikão e Rodrigo Caio: novo duelo nesta quinta-feira (Foto: Geraldo Bubniak)

O Atlético Paranaense enfrenta o São Paulo nesta quinta-feira (dia 19) às 19h15, no Morumbi, na partida de volta da quarta fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, na Arena, o time paranaense venceu por 2 a 1 e agora só precisa de um empate para avançar. O gol como visitante não é critério de desempate na competição. Se o time paulista vencer por um gol de diferença, a decisão da vaga para as oitavas de final ocorrerá nos pênaltis. 

O técnico Fernando Diniz, do Atlético, tem alguns desafios especiais na partida em São Paulo. Ele está invicto no ano, com quatro vitórias e três empates. Em seis desses jogos, teve mais posse de bola que os adversários. A exceção foi exatamente contra o São Paulo, na Arena. O time paulista teve 54% de posse de bola e, além disso, mais finalizações (14 a 8), segundo dados do Footstats.

Outro ponto de alerta para o Atlético é o retrospecto do técnico Diego Aguirre como mandante no São Paulo. Ele ainda não perdeu no Morumbi. Aliás, venceu os três jogos no local e não sofreu gols: São Caetano (2 a 0, quartas do Paulistão), Corinthians (1 a 0, semifinal do Paulistão) e Paraná (1 a 0, Brasileirão).

Há ainda o retrospecto histórico. O time paranaense só venceu três vezes como visitante o São Paulo em toda história: 2 a 1 em 2016, 1 a 0 em 1983 e 2 a 0 em 1976. Nos demais duelos, foram 16 vitórias do time paulista e sete empates.

PREMIAÇÃO
O Atlético já acumulou R$ 5,4 milhões em cotas na Copa do Brasil 2018: R$ 1 milhão pela primeira fase, R$ 1,2 milhão pela segunda, R$ 1,4 milhão pela terceira e R$ 1,8 milhão pela quarta. Se chegar às oitavas, receberá mais R$ 2,4 milhões.

ESCALAÇÃO DO ATLÉTICO
O Atlético não terá o zagueiro Wanderson, lesionado. O meia João Pedro não ficou no banco na última partida devido a uma virose. A tendência é que esteja recuperado e fique como suplente na partida desta quinta-feira. A escalação é mistério. Tudo indica que os zagueiros Thiago Heleno e Paulo André, o volante Lucho González e o meia-atacante Guilherme retornem ao time. Os quatro foram poupados contra a Chapecoense, no domingo. No meio-campo, segue a disputa de posições entre Camacho, Rossetto e Raphael Veiga.

ESCALAÇÃO DO SÃO PAULO
O técnico Diego Aguirre também não deu pistas sobre a escalação do São Paulo. Contra o Paraná Clube, na segunda-feira, ele poupou Petros, Arboleda, Tréllez e Liziero. A tendência é que os quatro sejam titulares contra o Atlético.

SÃO PAULO x ATLÉTICO
São Paulo: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Régis; Jucilei, Petros (Liziero), Cueva e Nenê; Valdívia e Tréllez. Técnico: Diego Aguirre
Atlético: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Jonathan, Camacho (Rossetto ou Raphael Veiga), Lucho González e Carleto; Nikão, Guilherme e Pablo. Técnico: Fernando Diniz
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Local: Morumbi, às 19h15

DESTAQUES DOS EDITORES