Publicidade
Campeonato Paranaense

Atlético estreia com vitória magra contra o União na Taça Caio Júnior

Gol de João Pedro, marcado aos 37 do 1º tempo, decidiu o confronto. Furacão dominou a etapa inicial, mas teve dificuldades para segurar o vice-lanterna do campeonato nos 45 minutos finais
Atlético estreia com vitória magra contra o União na Taça Caio Júnior

O Atlético estreou com vitória magra na Taça Caio Júnior, na tarde deste sábado (03 de março). Jogando na Arena da Baixada contra o União, time com a segunda pior campanha até aqui no Campeonato Paranaense, os comandados do técnico Tiago Nunes até tiveram algum trabalho, principalmente na etapa final. Ainda assim, conseguiram superar o adversário pelo placar mínimo, gol marcado por João Pedro aos 37 minutos do primeiro tempo.

Confira a galeria de fotos da partida

O confronto entre as equipes o primeiro e até aqui único da rodada inaugural deste segundo turno do Estadual. Os demais confrontos acontecerão neste domingo, a partir das 16 horas.

De toda forma, o Furacão segue invicto na competição, agora com cinco vitórias e três empates. O time de Francisco Beltrão, por sua vez, segue na zona de rebaixamento, na penúltima colocação do campeonato na classificação geral. São seis derrotas seguidas, sendo que a única vitória do time foi ainda na estreia – 2 a 1 contra o Paraná.

Na próxima rodada, na quarta-feira (07/03), o Atlético encara o Prudentópolis no Estádio Newton Agibert, às 20 horas. Já o União recebe no mesmo dia e horário o Rio Branco, em jogo marcado para acontecer no Estádio Anilado.

Times reforçados

As duas equipes apresentaram aos torcedores importantes novidades para a sequência do Campeonato Paranaense. No Atlético, o meia Matheus Anjos e o ponta Marcinho chegaram do time principal e já assumiram a titularidade. Eles são duas das nove novidades do time para a metade final da competição. No setor defensivo, o jovem goleiro Caio ganhou oportunidade no lugar de Santos, o zagueiro Léo Pereira substituiu Zé Ivaldo e Nicolas assumiu a lateral-esquerda na vaga de Renan Lodi.

Já no time do sudoeste paranaense, cinco reforços foram contratados para tentar tirar o time do sufoco. Um deles já ganhou a posição: o experiente Schwenck, de 39 anos, ex-jogador de clubes como Figueirense e Vitória.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira oportunidade de gol foi do União. O estreante Schwenck aciono Sato na direita. O meio-campista ajeitou e bateu firme de fora da área, levando perigo contra a meta do goleiro Caio.

Acontece que o lance, ainda nos primeiros segundos de partida, foi uma exceção. Completamente recuado, o time de Francisco Beltrão simplesmente não tinha saída de bola, insistindo em bolas longas e até mesmo recuando seguidas vezes para o goleiro Marcos Paulo. Invariavelmente, a posse logo voltava ao time atleticano, que a exemplo do que se viu no segundo tempo da partida contra o Rio Branco, na semifinal da Taça Dionísio Filho, teve o completo domínio da partida.

Oportunidades de gol não faltaram: foram cinco boas chances até os 35 minutos, incluindo uma bola no travessão em cabeceio de João Pedro.

O que faltava era o gol, que finalmente veio aos 37 minutos: passe perfeito de Matheus Anjos para João Pedro chutar na saída do goleiro.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, as duas primeiras substituições no time do União, com Lucas Vieira e Max nas vagas de Schwenck e William Henrique, respectivamente. Pouco depois, aos 11, foi vez Feijão substituir Júlio Pacato.

A equipe visitante ganhou poderio ofensivo, mas passou a deixar mais espaços para o adversário jogar, fazendo a partida ganhar em emoção. Em 25 minutos, cada time teve três boas chegadas ao ataque.

Na hora das substituições, Tiago Nunes foi mais econômico, mais pragmático que Ivair Cenci. Primeiro, aos 28, sacou Marcinho para a entrada de Yago. Nove minutos depois, Alex Apolinário, emprestado pelo Cruzeiro, teve a oportunidade de estrear substituindo João Pedro. Por último, aos 43, foi vez de Demethryus entrar no lugar de Ederson.

A medida que o tempo foi avançando, o confronto foi perdendo em emoções diante do cansaço dos dois times, em especial do União, cuja preparação física é evidentemente inferir à do rival da Capital. No final, persistiu a vantagem construída pelo Atlético ainda no primeiro tempo, para alívio da torcida, que tratou de aplaudir os jovens atletas do time de aspirantes.

FICHA TÉCNICA

Atlético 1 x 0 União

Atlético: Caio; Diego Ferreira, Daniel, Léo Pereira e Nicolas; Deivid, Bruno Guimarães, João Pedro (Alex Apolinário), Matheus Anjos e Marcinho (Yago); Ederson (Demethryus). Técnico: Tiago Nunes.
União: Marcos Paulo; Júlio Lopes, Casimiro, Spice e Thiaguinho; Júlio Pacato (Feijão), Sato, Sorbara e William Henrique (Max); Welisson e Schwenck (Lucas Vieira). Técnico: Ivair Cenci.
Gols: João Pedro (37-1º)
Cartões amarelos: Schwanck, Thiaguinho, Feijão, Spice (U); Diego Ferreira, Matheus Anjos (A);
Árbitro: Adriano Milczvski
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR), sábado (03/02) às 16 horas

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

1 – Nos primeiros segundos, Sato recebe na direita de Schwenck, ajeita e chuta. A bola passa ao lado, perto do gol.

9 – Léo Pereira não corta o cruzamento e Caio, ao tentar deixar a meta, escorrega e Schwenck quase aproveita a lambança. Goleiro se recupera.

12 – Bruno Guimarães aciona Diego Ferreira, que cruza rasteiro para a área. Ederson chuta, a bola desvia na zaga e Marcos Paulo faz a defesa.

15 - Diego Ferreira arrisca o chute forte de fora da área. Bola iria no ângulo, mas Marcos Paulo se estica todo e consegue salvar.

16 - Tentativa de gol olímpico em cobrança de escanteio fechada de João Pedro. A bola ‘belisca’ o travessão e sai pela linha de fundo.

16 - Saída de bola errada. Atlético cobra rápido o lateral e a bola chega até Marcinho, que chuta de primeira (mas sem força) da marca de pênalti. O goleiro defende novamente.

18 – Bola cruzada na área e Ederson cabeceia. Bola ia em direção ao gol, mas Nicolas aparece e tenta um passe para trás, desperdiçando a oportunidade.

21 - Cruzamento da direita, zaga do União dá bobeira e a bola sobra para João Pedro, livre, cabecear no travessão.

35 - Cruzamento da de Diego Ferreira na medida para Ederson, que entra por trás da defesa e chuta de primeira da entrada da pequena área. A bola vai para fora.

37 - Gol do Atlético! Mathes Anjos lançacom perfeição para João Pedro, que fica cara a cara com Marcos Paulo. O meia bate na saída do goleiro, que não teve nem chance de chegar na bola.

Segundo tempo

5 – Bola cruzada na área atleticana, zaga não afasta e Lucas Vieira chuta na sobra. Bola passa perto do gol.

10 – Marcinho recebe na área e ajeita para a chegada de João Pedro. O camisa 10 chuta forte, mas para na defesa do União.

13 – Cruzamento de Diego Ferreira, Nicolas aparece na pequena área e cabeceia por cima do gol de Marcos Paulo, jogando fora grande chance.

15 – Wellison recebe pelo lado e bate cruzado. Caio se estica todo e salva o Atlético.

18 - Chute forte e cruzado de Lucas Vieira. Caio faz a defesa e a bolsa sai em escanteio.

25 – Cruzamento de Diego Ferreira para Nicolas, que falha na tentativa de cabeceio. A zaga afasta e no rebote João Pedro chuta forte. Marcos Paulo espalma.

31 – Feijão recebe na área, chuta no gol e balança a rede. Mas o árbitro já assinalava impedimento.

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES