Publicidade
Brasileirão

Atlético faz ‘duelo de escolas’ com o Grêmio pelo Brasileirão

Atlético faz ‘duelo de escolas’ com o Grêmio pelo Brasileirão
O técnico do Atlético, Fernando Diniz: “Temos que jogar dentro das nossas características o tempo todo" (Foto: Geraldo Bubniak)

O Atlético faz neste domingo (22), contra o Grêmio, um ‘duelo de escolas’ de jogar futebol. O time paranaense tem usado um esquema 3-4-3 sob o comando do técnico Fernando Diniz, e vai enfrentar um adversário que alterna dois esquemas táticos, procura controlar o jogo e aposta muito em trocas de passes curtos. Além disso, ambos são times que procuram ter a posse de bola.

No Atlético, o esquema 3-4-3 tem chamado atenção de analistas, principalmente por causa de partidas recentes – como as vitórias sobre Newell’s Old Boys (3 a 0), pela Copa Sul-Americana, e Chapecoense (5 a 1), na abertura do Brasileirão. Sob o comando de Diniz, os jogadores executam marcação alta (no campo do adversário), procuram atacar pelo meio, apostam em trocas de passes e se defendem com uma linha de cinco jogadores. O Grêmio, por sua vez, alterna o 4-2-3-1 e o 4-1-4-1. Sob o comando de Renato Gaúcho, o time procura sempre controlar o jogo e chegou a ser rotulado de “melhor futebol do Brasil” – e venceu uma Copa do Brasil (2016) e uma Libertadores (2017).

Outra semelhança: ambos usaram times de aspirantes nos respectivos campeonatos estaduais. O Atlético foi fiel a essa estratégia até o fim e sagrou-se campeão. O Grêmio, por sua vez, teve desempenho ruim – dois pontos em cinco jogos – e depois lançou mão do time titular. Acabou sendo campeão.

Na última quinta-feira (19), com fidelidade ao esquema de Diniz, o Atlético eliminou o São Paulo na Copa do Brasil. O time paranaense arrancou um empate em 2 a 2, após estar perdendo por 2 a 0. No time paulista, o técnico Diego Aguirre tentou “espelhar” o time, ou seja, usar a mesma disposição tática dos jogadores.

Para Diniz, o time tem que se manter fiel à tática.  “Temos que jogar dentro das nossas características o tempo todo, porque a chance de vencer dessa forma aumenta. Se a gente se perder confirme o resultado, vai enfraquecendo”, falou ele. “Quando deixa de jogar e tenta fazer um jogo diferente, a gente se arrisca muito mais”.

Para este domingo, Diniz deverá contar com força máxima. Ele cogitou poupar jogadores se o jogo seguinte da Copa do Brasil – contra o Cruzeiro, pelas oitavas de final – fosse nesta próxima semana. Mas o duelo só vai começar na semana seguinte, em data ainda a ser definida, com a partida de ida na Arena da Baixada.

 

GRÊMIO x ATLÉTICO-PR

Grêmio: Marcelo Grohe; Mádson (Léo Moura), Geromel, Paulo Miranda e Cortez; Maicon, Arthur, Ramiro, Luan e Éverton; André. Técnico: Renato Gaúcho

Atlético: Santos; Paulo André, Pavez e Thiago Heleno; Rossetto (Jonathan), Lucho González, Camacho e Carleto; Nikão, Pablo e Guilherme. Técnico: Fernando Diniz

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre, domingo, às 19 horas

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES