Atlético-PR é um dos "campeões" em permanência no G4

Cada vez mais perto da Libertadores, o Atlético-PR completou neste domingo (13) treze rodadas consecutivas de permanência no G4 do Campeonato Brasileiro. O Furacão, inclusive, é um dos líderes em permanência entre os quatro primeiros do nacional

O Atlético-PR entrou no G4 pela primeira vez na 16ª rodada, após vencer, em casa, o Botafogo por 2 a 0. Com 48 pontos, a equipe precisa de cinco vitórias para praticamente garantir sua vaga na principal competição sul-americana de futebol.

Em todo o campeonato, apenas três equipes ficaram mais tempo que o rubro-negro paranaense no G4: Cruzeiro (25 rodadas), Botafogo (25) e Grêmio (16). Estas equipes, junto com o Atlético-PR, quarta equipe que mais ficou entre os líderes, formam o atual G4 do Brasileirão.

A quinta equipe que ficou mais tempo no G4 foi o arquirrival do Atlético-PR, o Coritiba. O time do Alto da Glória, que chegou a liderar o campeonato nacional, esteve por 11 rodadas entre os quatro primeiros, mas vive um momento tenebroso desde agosto e já está na 16ª colocação, a apenas dois pontos do ZR e 14 pontos atrás do Furacão.

Das 20 equipes que disputam o Brasileirão, oito jamais sentiram o gostinho de estar entre os líderes: Atlético-MG (atual quinto colocado e que já tem vaga garantida na Libertadores do ano que vem), Flamengo (a melhor colocação foi o 7º lugar, na 27ª rodada), Goiás (o máximo que chegou foi à oitava colocação, nas rodadas 18, 23 e 28 – a última), Náutico (lanterna do campeonato, não conseguiu ficar fora da zona de rebaixamento em nenhum momento), Ponte Preta (outro virtualmente rebaixado junto com os pernambucanos. Chegou a ser o 13º colocado na 2ª rodada), Portuguesa (encerrou o primeiro turno na ZR, mas iniciou uma recuperação no returno e agora aparece no 14º lugar), Santos (chegou a ser o quinto colocado, mas ainda tenta entrar na luta pela Libertadores) e Vasco (chegou a aparecer entre os 10 primeiros na primeira metade do nacional, mas vem em queda e aparece na antepenúltima colocação).

Equipes badaladas, como Corinthians, atual campeão do mundo, e Internacional, que conta com craques como Forlán, D’Alessandro, Scocco e Leandro Damião, ficaram apenas duas rodadas no G4, alcançando no máximo a quarta colocação, assim como o Bahia. O atual campeão brasileiro, Fluminense, chegou a estar entre os líderes no começo do nacional, permanecendo três rodadas no G4. Depois, chegou a brigar na parte de baixo da tabela e agora aparece na 13ª colocação.

Criciúma (um rodada, a primeira), São Paulo (quatro rodadas, chegou até mesmo a liderar o campeonato em seu começo) e Vitória (oito rodadas, atual sexto colocado, oito pontos atrás do Atlético-PR) completam a lista de equipes que estiveram no G4 neste nacional.

Confira a baixo a lista:

Atlético-MG

Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 5º

Atlético-PR
Rodadas no G4: 13
Melhor colocação: 2º

Bahia
Rodadas no G4: 2
Melhor colocação: 4º

Botafogo
Rodadas no G4: 25
Melhor colocação: 1º

Corinthians
Rodadas no G4: 2
Melhor colocação: 4º

Coritiba
Rodadas no G4: 11
Melhor colocação: 1º

Criciúma
Rodadas no G4: 1
Melhor colocação: 2º

Cruzeiro
Rodadas no G4: 25
Melhor colocação: 1º

Flamengo
Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 7º

Fluminense
Rodadas no G4: 3
Melhor colocação: 4º

Goiás
Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 8º

Grêmio
Rodadas no G4: 16
Melhor colocação: 2º

Internacional
Rodadas no G4: 2
Melhor colocação: 4º

Náutico
Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 17º

Ponte Preta
Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 13º

Portuguesa
Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 13º

Santos
Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 5º

São Paulo
Rodadas no G4: 4
Melhor colocação: 1º

Vasco
Rodadas no G4: 0
Melhor colocação: 7º

Vitória
Rodadas no G4: 8
Melhor colocação: 2º