Publicidade
Atlético-PR 1 x 2 Cruzeiro

ATUAÇÕES: Zé Ivaldo e Bergson foram os piores em campo

Bergson enfrenta o Cruzeiro
Bergson enfrenta o Cruzeiro (Foto: Geraldo Bubniak)

O Atlético Paranaense perdeu por 2 a 1 para o Cruzeiro, nesta quarta-feira (dia 16) à noite, na Arena da Baixada, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Veja abaixo uma avaliação do desempenho individual dos jogadores do Furacão.

Santos (5,5)
Fez duas boas defesas. Sem culpa no gol, mas cometeu duas lambanças. 

Pavez (6,5)
Tentou 52 passes e acertou 51. Seguro na marcação.

Zé Ivaldo (4,5)
Falhou feio no 2º gol. Foi bem em 11 lances defensivos.

Thiago Heleno (6,0)
Bem nas bolas longas. Seguro na defesa. Sem culpa no gol.

Rossetto (6,0)
Acertou 53 dos 56 passes. Apoiou bastante. Razoável na bola parada.

Camacho (6,5)
Defendeu e armou com intensidade e inteligência.

Lucho (6,0)
Seguro no meio-campo, nos passes e nos desarmes.

Bruno Guimarães (6,0)
Entrou aos 28-2º. Não errou passes e foi forte na marcação.

Carleto (6,5)
Marcou um belo gol de falta. Um bom cruzamento. Faltou precisão nos demais lances.

Raphael Veiga (5,0)
Pouco criou. Até tentou participar, mas não se encontrou.

Matheus Anjos (5,0)
Entrou aos 21-2º. Sentiu o jogo e pouco produziu.

Bergson (4,5)
Tomou a decisão errada em quase todos os lances.

Marcinho (sem nota) 
Entrou aos 41-2º. Jogou pouco tempo. Sem nota.

Pablo (6,0)
Duas boas tabelas. Errou alguns lances, mas lutou até o fim.

DESTAQUES DOS EDITORES