Publicidade
Mercado da bola

Barcelona compra o goleiro Neto, revelado pelo Athletico

O goleiro Neto, em treino do Athletico, em 2010
O goleiro Neto, em treino do Athletico, em 2010 (Foto: Arquivo Bem Paraná)

O Barcelona anunciou nesta quinta-feira (27) a contratação do goleiro Neto, 29 anos, em uma transferência que pode chegar a 35 milhões de euros (cerca de R$ 153 milhões).

Em nota oficial, o clube catalão confirmou o acerto para a chegada do brasileiro por 26 milhões de euros (cerca de R$ 113,5 milhões), mais a possibilidade do pagamento de 9 milhões de euros (cerca de 39,5 milhões) ao Valencia em cláusulas que preveem bônus por metas.

Apesar de ser realizada de forma independente, a transferência na prática é uma troca de goleiros entre os dois clubes. Na quarta (26), o Valencia anunciou a chegada de Jasper Cillessen, que estava no Barcelona, por 35 milhões de euros (cerca de R$ 153 milhões).

Neto assinará contrato de quatro anos com o clube catalão. O vínculo, que terá validade até 2023, também incluirá uma multa rescisória de 200 milhões de euros (cerca de R$ 875 milhões).

O Barcelona informará nos próximos dias detalhes sobre a apresentação do goleiro brasileiro. A tendência é que ele chegue ao novo clube na segunda-feira (1º).

Neto, que completará 30 anos em julho, estava desde 2017 no Valencia. Ele começou nas categorias de base do Cruzeiro e terminou a fase de formação no Athletico Paranaense. Foi promovido ao profissional em 2009, no clube paranaense. Foi destaque da equipe em 2010 e acabou vendido por cerca de R$ 15 milhões para a Fiorentina, em janeiro de 2011. Ao final do contrato com o clube de Florença, assinou com a Juventus.

Em julho de 2017, Neto foi comprado por cerca de R$ 30 milhões pelo Valencia, da Espanha. Por ser uma transferência entre clubes de países diferentes, a lei prevê o Mecanismo de Solidariedade da Fifa, que distribui 5% do valor da transação entre os clubes que participaram da formação do jogador (dos 12 aos 23). O Athletico ficou com a maior parte, com 3%, ou seja, cerca de R$ 900 mil.

Na venda do Valencia para o Barcelona, porém, o clube paranaense nada recebe, já que a venda ocorreu entre clubes do mesmo país.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES