Publicidade
Bienal Internacional de Quadrinhos

Bienal bomba e Curitiba prova que "atingiu sua maturidade" no mundo dos quadrinhos

(Foto: Josianne Ritz)

O maior evento de quadrinhos do sul do país é a principal atração cultural para o feriado de 7 de setembro em Curitiba. Entre os dias 6 e 9 de setembro, no Museu Municipal de Arte (MuMA), acontece a 5ª edição da Bienal Internacional de Quadrinhos, com palestras, debates, feira de HQs, sessão de autógrafos, oficinas, shows musicais e exposições simultâneas. Todas as atividades serão gratuitas.

A curadoria é de Mitie Taketani, proprietária da loja Itiban Comic Shop, reduto dos leitores e amantes da nona arte em Curitiba que há 29 anos debate, divulga e movimenta o gênero na cidade; e de Érico Assis, jornalista especializado em quadrinhos e tradutor de HQs como “Retalhos” e “Habibi”, de Craig Thompson, “O Escultor”, de Scott McCloud, “Meu Amigo Dahmer”, de Derf Backderf , “Aqui”, de Richard McGuire, e tantas outras.

São mais de 60 artistas convidados, como Gidalti Jr., autor de “Castanha do Pará”, primeira obra ganhadora da categoria História em Quadrinhos do Prêmio Jabuti; Marcelo D’Salete - vencedor do prêmio Eisner, o mais importante do mundo em se tratando de HQs, com sua obra “Cumbe/ Angola Janga”; Luiz Gê, Rafael Campos Rocha, Caco Galhardo, Luli Penna, Guazzelli, Julio Shimamoto, Fabio Zimbres e muitos outros. 

O homenageado da edição, que irá receber o Prêmio Cláudio Seto de Quadrinhos, é Key Imaguire. Arquiteto onipresente em Curitiba, é um agitador cultural convicto, dono de um precioso acervo de quadrinhos e idealizador da Gibiteca de Curitiba, a primeira do Brasil.

Ao participar de uma mesa sobre o passado e futuro da urbanização, ele destacou o grande momento que o setor de quadrinhos vive na cidade. "Com este evento, Curitiba prova que atingiu sua maioridade nos quadrinhos. Há público interessado, artistas relevantes e uma divulgação democrática, que só reforça nossa tradição na área”, disse Key, que ainda pediu  um minuto de silêncio “pela morte cultural do Brasil”, em referência ao incêncio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, no último domingo (2).

A Bienal de Quadrinhos de Curitiba segue até o próximo domingo (9), com palestras, debates, shows, exposições, feiras e outras atividades das 11h às 21h, no MuMA – Portão Cultural, Avenida República Argentina, 3432.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES