Botafogo vai trocar totalmente o gramado do Engenhão para a próxima temporada

Com grande aporte financeiro após se tornar SAF, o Botafogo não apenas investirá em jogadores. Nesta quinta-feira, o clube revelou que terá um gramado totalmente reformulado para a próxima temporada, na qual almeja grandes conquistas. Atualmente, o clube apenas ajusta o piso do estádio para suportar o frio do inverno.

"A reforma atual no gramado está dentro do previsto, com bons resultados ao tratamento, e estará em condições para receber a partida do dia 6 de junho, contra o Goiás. No fim do ano, vai ser necessária uma intervenção maior", destacou o diretor de Infraestrutura, Ronaldo Chataignier.

São quatro anos sem o Botafogo conseguir realizar tratamento no gramado justamente pela falta de recursos. Faz melhorias neste momento para a sequência do Brasileirão, mas já tem tudo planejado para a substituição total do campo no fim do ano. Os dirigentes ainda não definiram se darão continuidade com a grama natural ou se optarão pelo formato híbrido.

"O plantio das sementes de inverno no campo principal do Estádio Nilton Santos segue a sua programação normal e o Botafogo apresenta atualizações da reforma em curso, que será concluída em 5 de junho, e compartilha também o planejamento para o espaço", informou o clube, que listou tudo o que está fazendo para a melhora do campo.

O clube optou pelo corte vertical duplo para eliminar o excesso de grama nos sentidos gol a gol e lateral a lateral. O intuito é deixar a bola mais rápida e o gramado com a tração dentro dos padrões exigidos pela Fifa.

Ainda há o rebaixamento do gramado a 18mm, para receber as sementes de inverno. Serão retirados quase 70 metros cúbicos de volume de grama. O Botafogo ainda faz a descompactação do solo - processo visa diminuir a sensação de dureza do solo-, além da aplicação da areia, das sementes e de fertilizantes.