Itália

Buffon completa 43 anos e diz que se inspira em Tom Brady para continuar jogando

Um dos maiores goleiros da Itália e do futebol mundial, Gianluigi Buffon completa 43 anos de idade nesta quinta-feira e afirmou que ainda não pensa em se aposentar. Atualmente na Juventus, onde já conquistou inúmeros títulos e hoje é reserva do polonês Szczesny, diz que seguir em frente por mais tempo.

Uma de suas inspirações para seguir a carreira é o americano Tom Brady, estrela do futebol americano e atualmente no Tampa Bay Buccaneers, que disputará em menos de duas semanas mais um Super Bowl, a final do campeonato nos Estados Unidos, contra o Kansas City Chiefs, também aos 43 anos.

"É bom saber isso (do Brady). Quer dizer que não sou uma exceção. Podemos tentar romper os tabus e alguns estereótipos sobre atletas mais velhos. Estou bastante relaxado. O tempo passa para todos e é preciso aceitar, mas vou continuar em frente com muito entusiasmo", disse Buffon, em entrevista à emissora de TV italiana RAI Sport.

Natural da cidade de Carrarra, na região da Toscana, Gigi, como é apelidado Buffon, estreou profissionalmente no Parma, clube onde jogou as categorias de base, em 1995. Em 2001 rumou para a Juventus, onde ficou até 2018, quando foi para o Paris Saint-Germain jogar uma temporada apenas antes de retornar para o time de Turim no ano seguinte.

Considerado um dos melhores goleiros de todos os tempos, Buffon tem mais de 25 títulos na carreira, entre eles a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, com a seleção italiana. É o recordista do time nacional com 176 jogos no currículo.