Publicidade
Pacote

‘Caixa 2 não é corrupção’, diz Sérgio Moro

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, admitiu que cedeu a pedidos de parlamentares e separou a criminalização do caixa 2 do pacote de propostas anticrime, que modifica 14 leis. O ex-juiz da Lava Jato disse que o fatiamento é uma “estratégia” para a tramitação do projeto e que o governo foi “sensível” às “reclamações razoáveis” de políticos de que o delito é menos grave do que corrupção e crimes violentos.
“Caixa 2 não é corrupção. Existe o crime de corrupção e o crime de caixa 2. Os dois crimes são graves”, disse, em breve coletiva de imprensa após a solenidade de assinatura dos projetos de lei, que encaminhará pessoalmente na Câmara dos Deputados ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acompanhado do ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil.
“Houve reclamações por parte de agentes políticos de que o caixa 2 é um crime grave, mas não tem a mesma gravidade de corrupção, crime organizado e crimes violentos”, aleogu.

DESTAQUES DOS EDITORES