Publicidade
Coluna do Miau

Carnaval pra todos os gostos

Carnaval pra todos os gostos

De mamando a caducando, do samba ao psycho. Curitiba terá de um tudo no Carnaval. Aos que preferem o sossego é a melhor capital do Brasil. Vamos aos mais tradicionais:

Tem Desfile de Escolas de Samba na Marechal Deodoro, tem os bailes de clubes. Santa Mônica nos dias 11 e 13 e no Curitibano, terça tem Bailinho Infantil. Tem ainda Berro de Carnaval na rua São Francisco, sábado às 16:20hs e o Chorifolia, nos 2 Choripan, todos os dias.

Folia infantil
Para a criançada se divertir, tem Bailinho na Mercadoteca. Os blocos Garibaldinhos & Sacis e Tupi Pererê animam o Shopping Estação. No Mueller também tem bailinho. Tudo grátis.Tirem as crianças de casa! Por favor!

Variações musicais
Neste quesito, Curitiba recebe nota 10. Temos o famoso Psycho Carnival do Jokers. Este ano serão 26 atrações de 7 países diferentes. Rock vai rolar solto no Crossroads no Shgeridan’s e no Porks, onde também terá blues. Lá na Phoenix, sexta tem Tributo ao Maroon 5 com a banda Sugar. No Soviet rola os sons preferidos da galera LGBT.

Aos gamers
No Coldown E-Sports, além dos games, tem o Concurso de Cosplay e Cospobres (juro!) rola ainda Duelo de Marchinhas Gamers. Ou seja, nem jogar sossegado os jovens poderão.

Aos gastronômicos
Vários restaurantes e bares da cidade estarão abertos e sem lotação máxima, devido ao grande número de pessoas viajando. Selecionei algumas dicas: La Varenne, C La Vie, Colarinho, Dom Max, Armazém Santo Antonio e Olivença. Na praia, teremos o Festival da Cerveja do Litoral, na Praça Central de Matinhos. Eu prefiro ficar em casa e preparar minhas próprias delícias.

Outras folias
As variações musicais descem a serra. No Café Curaçao, em Guaratuba, tem show dos sertanejos Munhoz & Mariano, no sábado e muito reggae no domingo, Nação Regueira, Maskavo, Chimarruts e Planta & Raiz. Tem também o Psicodalia, em Rio Negrinho. Com Jorge Benjor e muito mais. Ficou claro, motivos pra se divertir não vão faltar. No mais, um ótimo feriado a todos e que a vida continue depois do Carnaval.

 

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES