Publicidade
Nova modalidade

Cartão de crédito agora oferece crediário; veja se realmente é um bom negócio

Há alguns anos, para fazer compras no crediário era preciso fazer um carnê, que era emitido pela empresa responsável pela venda e o pagamento era realizado sempre na mesma data de vencimento, certo? Nos dias atuais o sistema antigo de crediário ainda existe em muitos estabelecimentos, mas agora os bancos lançaram uma nova modalidade: o crediário no cartão de crédito.
Essa função permite um número maior de parcelas nas compras, que pode chegar até 36, dependendo da oferta de cada banco, especificamente, entretanto essa opção terá um custo para o consumidor: as taxas de juros cobradas nessa modalidade variam de 0,99% a 3,99% ao mês, de acordo com o número de parcelas e o perfil de crédito do consumidor. A equipe da Proteste fez uma simulação com uma compra de R$ 1.000,00. Caso o consumidor opte por parcelar em 24 vezes, opção crediário do cartão de crédito e com taxa de juros de 3,99% a.m., ele poderá pagar até R$ 572,47 juros a mais que o valor original da compra. Levando em consideração a taxa de juros mínima, de 0,99% ao mês, neste mesmo período o consumidor ainda pagará R$ 128,42 a mais que o valor total da compra.
Para utilizar a função crediário do cartão de crédito as administradoras realizarão uma análise de crédito para definir um limite específico para compras feitas no crediário. O consumidor que optar pela modalidade terá três opções de parcelamento no momento da compra e poderá escolher a mais vantajosa .

Opção pode causar superendividamento
Para a Proteste, a modalidade, embora pareça boa para o consumidor, na realidade não é vantajosa e pode se tornar mais uma causa do superendividamento do brasileiro. A tendência, com essa modalidade, é o fim do parcelamento sem juros no cartão de crédito.
É sempre importanteressaltar que caso o consumidor opte por utilizar o crediário do cartão de crédito, ele deve ficar atento às taxas de juros, ao prazo e ao valor total da compra, além de pagar as faturas rigorosamente em dia.
O ideal é que o consumidor evite compras com prazos extensos visando parcelas menores, pois assim estará pagando juros mais altos e pode até causar um descontrole no orçamento.
O melhor é que o consumidor consiga se organizar para fazer as compras sempre à vista. Destea modo,o cotrole do orçamento fica mais fácil e possibilita um planejamento melhor das compras.

Crediário no Cartão de Crédito

Veja a simulação completa

Valor da Compra: R$ 1.000

 

 

Taxa: 0,99% a.m.

 

 

Número de prestações

Valor da parcela

Total Pago

Juros no final

12 vezes

R$ 88,79

R$ 1.065,51

R$ 65,51

24 vezes

R$ 47,02

R$ 1.128,42

R$ 128,42

Valor da compra: R$ 1000

 

 

Taxa: 1,99% a.m.

 

 

 

Número de prestações

Valor da parcela

Total Pago

Juros no final

12 vezes

R$ 94,50

R$ 1.134,02

R$ 134,02

24 vezes

R$ 52,81

R$ 1.267,47

R$ 257,47

Valor da compra: R$ 1000

 

 

Taxa: 3,99% a.m.

 

 

 

Número de prestações

Valor da parcela

Total Pago

Juros no final

12 vezes

R$ 106,49

R$ 1.277,88

R$ 277,88

24 vezes

R$ 65,52

R$ 1.572,47

R$ 572,47

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias