Publicidade
arquitetura e decoração

Casa com idosos exige cuidados especiais

Móveis devem ser pensados para evitar quedas e garantir a qualidade de vida
Casa com idosos exige cuidados especiais

Com o aumento da expectativa de vida da população brasileira, cresce a necessidade de pensar e planejar uma casa adequada para a terceira idade. Um projeto de arquitetura e decoração para idosos deve seguir orientações específicas para que a segurança e beleza possam estar presentes em todos os ambientes. Especializadas, as profissionais Carmem Avila, do escritório Carmem Avila Arquitetura, e Cris Paola, do Studio Cris Paola, pontuam importantes providências que farão toda diferença na vida do morador:
Problemas de visão são comuns nesta fase da vida. Dessa forma, uma casa banhada de luz natural facilita a vida do morador. "Portas e janelas devem ser grandiosas para oferecer o máximo de luz dentro da residência. Para complementar, na pintura das paredes, recomendo optar por uma pintura branca ou seguir uma paleta de tons claros", conta Carmem. 
Outra recomendação bastante válida está relacionada à instalação de pontos de luz nos corredores e locais de circulação intensa. "Além do ponto no teto, a iluminação indireta, na altura do rodapé, pode ajudar o morador na locomoção noturna, quando acorda para beber uma água na cozinha, por exemplo. Esse cuidado evita quedas e batidas inesperadas", explica Cris Paola.
Evitar desníveis — mesmo que seja em pequenas escalas —, é outra dica importante. Caso não seja possível, a sinalização se faz essencial. Para o projeto de escadas, ambas arquitetas são unânimes com relação à execução em piso antiderrapante e sempre acompanhadas por um corrimão firme instalado à altura de 90 cm.
No caso das portas, po ideal é que elas disponham de largura suficiente para a passagem do idoso com auxílio de andador, por exemplo. A recomendação é considerar um espaço de 90 cm e, caso não seja possível, que não seja inferior a 80 cm.
O uso de tapete costuma ser fator de quedas e acidentes em residências de moradores da terceira idade. Mas isso não quer dizer deva ser desconsiderado! E uma sala, o tapete deve estar embaixo do sofá, com as pontas fixadas com fitas antiderrapantes. À despeito de móveis, quinas de peças baixas, que ficam fora da visão devem ser evitados, assim como objetos de decoração. "Espaços amplos e livres são muito importantes", destaca Cris Paola. "Prateleiras e armários devem seguir a altura dos idosos, para que não precisem se esticar ou subir em escadas quando forem pegar objetos", complementa Carmem.
O banheiro deve ser adaptado cuidadosamente. Instalação de barras de apoio, piso antiderrapante no box e assento para banho são precauções básicas a serem tomadas. "Considere instalar barras de segurança também no lavatório e bacia sanitária - que deve ser um modelo mais alto que o padrão", completa Carmem. 


DICAS PARA UMA CASA SEGURA

Sala

  • Ajuste a altura de poltronas e sofás e priorize poltrona individual com apoios laterais, facilitando o levantar.
  • Coloque antiderrapante na parte inferior do tapete. O ideal é não ter.
  • Evite excesso de móveis. Dê preferência a móveis arredondados para evitar lesões graves

Cozinha

  • Torneiras com alavanca facilitam o manuseio.
  • Fogão e bancada da pia com altura (80 cm) que facilite as atividades de culinária.
  • Os utensílios mais usados devem estar em armários de fácil acesso. Prefira pratos e copos de plástico ou metal.
  • Utensílios como panelas com alças laterais e longas ajudam a dividir o peso, evitando queimaduras.
  • Evite subir em bancos para pegar coisas fora do seu alcance.
  • Verifique sempre se desligou os bicos de gás no fim de cozinhar.

Lavanderia

  • Eletrodomésticos em altura que permita seu manuseio.-
  • Varal de teto deve permitir o manuseio individual, os que descem em conjunto ficam pesados e perigosos.
  • Tábuas de passar roupa com altura regulável, na qual o braço fique a 90° de flexão, dão mais estabilidade e evitam queimaduras

Banheiro

  • Trancas que abrem por dentro e por fora ajudam na eventualidade de o idoso passar mal e cair.
  • Vaso sanitário em altura maior facilita no momento de levantar. Deve-se colocar uma base de alvenaria.
  • Barras de apoio devem ser instaladas na altura de quem vai utilizá-las.
  • Piso antiderrapante e fosco diminui o risco de quedas. 
  • Box: porta de correr, adesivos antiderrapantes no piso,colocação de barras de apoio, banco ou cadeiras especiais para banho.

Quarto

  • A altura da cama correta é quando o idoso se senta na beira desta e consegue colocar facilmente os dois pés no chão.
  • Interruptores sempre perto da cama. É ideal a presença de abajur.
  • Barras de apoio dão mais segurança para o idoso se levantar, principalmente quando sonolento.
  • Armários em altura que permita o acesso fácil.
  • Janelas acessíveis, leves e simples de abrir

Escadas

  • Os corrimãos devem cobrir toda a extensão da escada ou rampa e se estender por 30cm do início ao final das mesmas, para que o deficiente visual possa ter certeza do fim da rampa ou escada. 
  • Se o carpete estiver solto, cole imediatamente.
  • Se a escada não possuir piso antiderrapante, coloque um pouco de areia na tinta para evitar escorregões ou coloque fitas de borracha ou abrasiva. 
  • O idoso deve ser orientado a descer as escadas de lado, sempre mantendo a mão mais firme no corrimão

Quintal

  • Corrimãos no quintal ajudam a estimular a realização de caminhadas e a interação com o meio externo, evitando isolamento social.
  • Deve-se evitar desníveis, se necessário, opte por rampas com corrimãos em vez de degraus.
  • Se a parte exterior da casa não é muita iluminada, pinte as bordas dos degraus de branco para uma melhor visualização no escuro ou instale luzes externas.

DESTAQUES DOS EDITORES