Publicidade
Cultura na pandemia

Catarse cria fundo para apoiar escritores, editoras e livrarias independentes

Livraria Vertov em Curitiba
Livraria Vertov em Curitiba (Foto: Valquir Aureliano)

Plataforma de financiamento coletivo, o Catarse lança nesta quarta-feira, 15, a +Livros, uma campanha para apoiar autores, editores e livrarias durante a pandemia.

Os interessados em participar da seleção podem se inscrever até o dia 31 de julho na página do projeto. No caso de editora, ela deve ter pelo menos um ano, não pode estar recebendo patrocínio de empresas e seu faturamento não pode ultrapassar os R$ 300 mil por ano.

As livrarias que quiserem se inscrever também devem ter pelo menos um ano de vida, no máximo uma loja física e/ou virtual, não podem fazer parte de nenhuma rede, não podem estar recebendo patrocínio de empresa e também têm que ter um faturamento de até R$ 300 mil.

Pequenas livrarias e sebos de Curitiba tentam se reinventar para sobreviver

Já no caso de autores, eles devem ter se lançado no mercado há no mínimo um ano, devem ter publicado, no formato impresso ou digital, de forma independente ou por meio de uma editora também independente, pelo menos uma obra inédita nos últimos 12 meses e devem ganhar até R$ 81 mil por ano.

A meta é arrecadar R$ 750 mil até o dia 19 de agosto, que serão distribuídos entre os cerca de 150 que serão selecionados. Os contemplados vão receber doações em dinheiro (R$ 2 mil para autores e R$ 5 mil para editoras e livrarias) e em serviços de fornecedores parceiros. O +Livros já conta com o apoio de empresas como Amazon, Antofágica, TAG, Companhia das Letras, entre outras, e é lançado com R$ 430 mil na conta. Pessoas físicas também são convidadas a participar.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES