Publicidade
Reflexo do desemprego

Centenas de candidatos fazem fila na Praça Rui Barbosa por emprego em rede de farmácias

Uma fila gigante chamou a atenção na Praça Rui Barbosa, no Centro de Curitiba, desde as 9 horas. Centenas de pessoas foram atrás de um emprego na farmácia Nissei. Algumas delas esperaram durante cinco horas pela chance de se candidatar a uma das 210 vagas de emprego abertas pela rede de farmácias. A farmácia recebeu 750 currículos.

No Paraná, a cada quatro trabalhadores, um está na informalidade

Desempregada há seis anos, formada em Direito pede trabalho em rua movimentada de Curitiba

A Rede de Farmácias Nissei abriu processo seletivo para a contratação de farmacêuticos, dois níveis de assistente de loja, auxiliares, analistas e cargos administrativos. Os interessados tinham que comparecer com currículo e carteira de trabalho, nesta quarta-feira (20), das 9h às 15h, na sobre loja da Nissei 24h na Rua Dr. Pedrosa, 10. 

Os profissionais vão atuar em farmácias, localizadas em Curitiba também na Região Metropolitana, ou escritórios da rede. No total são 210 vagas, sendo elas: farmacêutico (35 vagas); assistente de loja 1, antigo operador de caixa (90 vagas); e assistente de loja 2, antigo atendente de balcão de farmácia (45 vagas); analista de Loja, antigo gerente (20 vagas); auxiliar de serviços gerais (20 vagas); além de vagas administrativas.

Desemprego - Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua), divulgada na terça (19), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam que a taxa de desocupação no Paraná no terceiro trimestre foi de 8,9%. Segundo a PNAD Contínua, o Paraná está entre os estados com maior percentual de trabalhadores no setor privado com carteira de trabalho. O índice alcançou 80,8%, à frente da média nacional, que ficou em 73,6%

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES