Publicidade
Popularização

Cerveja artesanal cai no gosto do curitibano

Sirène Fish & Chips: trouxe o conceito inglês de peixe com fritas e cerveja artesanal para Curitiba
Sirène Fish & Chips: trouxe o conceito inglês de peixe com fritas e cerveja artesanal para Curitiba (Foto: Franklin de Freitas)

As cervejas artesanais caíaram no gosto do curitibano e Curitiba tem atualmente o maior número de paneleiros (home brewers) do Brasil., ou seja, gente que faz cerveja artesanal e, com isso, também cresce o número de cervejarias e bares em Curitiba. 

A razão disso é que em 2009 os paneleiros de Curitiba começaram a se organizar para comprar insumos em conjunto. Entre outros, a Way e a Bodebrown foram pioneiras neste movimento. A ideia nasceu de ensinarem outras pessoas a fazerem cerveja em casa e assim ter mais gente para dividir os pacotes grandes que eram comprados. Assim surgiam a Bodebrown, a primeira cervejaria-escola do país e a Way, que hoje exporta até para os Estados Unidos.

Em Curitiba, diversas cervejarias que trabalham com excelência formaram um público consumidor fiel, transformando a capital paranaense em um dos principais polos cervejeiros nacionais. Esse mercado cada vez mais aquecido deu origem a um grande número de bares que apostam nos rótulos artesanais, fortalecendo ainda mais o segmento. E a lógica para quem curte a cerveja artesanal não é a quantidade, mas a qualidade do produto.


Cinco locais para beber cerveja artesanal

WhataFuck Hamburgueria
Marca registrada de Curitiba, o Whatafuck é a maior hamburgueria artesanal da capital paranaense. Além de todos seus sabores exclusivos, o empreendimento conta com dezenas de opções de chopes de cervejarias paranaense. Basta perguntar no balcão qual é o menu da semana, que sempre trará rótulos de destaque no mercado cervejeiro paranaense, e aproveitar para consumir uma bebida de excelência na rua.
Onde: Rua Bispo Dom José, 2193
Atende: terças e domingos, das 18h às 00h30; e de quarta a sábado, das 19 às 3h.

Sirène Fish & Chips
Com quatro unidades em Curitiba, o Sirène Fish & Chips trouxe o conceito inglês do filé de peixe empanado com batatas para o Brasil e hoje é um dos maiores sucessos da noite curitibana. Apesar de variar de acordo com cada unidade, a casa conta com diversas opções de cervejas artesanais, com preços que variam de R$ 8 a R$ 15, sempre valorizando a produção regional em seus mais variados estilos.
Onde: Rua Trajano Reis, 150
Atende: de terça a quinta, das 18h às 23h; nas sextas, das 18h às 01h; e aos sábados, das 18h às 00h.

Templo da Cerveja
Desde 2011 em Curitiba, o Templo da Cerveja é o lugar ideal para quem quer aproveitar aquela cerveja gelada na rua, que pode ser acompanhada por petiscos saborosos. Localizado no Shopping Hauer, que conta com vários bares lado a lado, o Templo é ideal pra quem quer saborear o melhor da produção artesanal paranaense, disponível em mais de 10 torneiras de chope.
Onde: Rua Coronel Dulcídio, Bloco 2, 775 - Loja 3
Atende: segundas das 16h às 23h; nas terças e quartas, das 16h às 00h; de quinta a sábado, das 16h às 02h; e os domingos, das 16h à 00h.

Roots Batata Frita & Cerveja
Pprimeira casa curitibana especializada em batata frita, o Roots é uma maneira irresistível de curtir as noites na capital paranaense. E é lógico que não pode faltar aquela cerveja deliciosa para acompanhar as batatas com seus mais variados molhos. O empreendimento conta com rótulos de cervejas artesanais paranaenses, que são atualizados semanalmente.
Onde: Avenida Vicente Machado, 855
Atende: terças e domingos, das 18h às 00h30; e de quarta a sábado, das 19 às 3h.

Golden Mile
Localizada na badalada “prainha da Itupava”, a casa de cervejas artesanais oferece 24 torneiras de chope de diversas cervejarias e estilos. Destaque para a produção paranaense de marcas como Way Beer, Bastards e Morada, com rótulos custando a partir de R$ 10.
Onde: Rua Itupava, 1299
Atende: terças e quartas, das 18h às 01h; de quinta a sábado, das 17h às 02h; e aos domingos, das 16h às 23h.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES