Publicidade
Nas telonas

Com elenco de estrelas, 'Oito mulheres e um segredo' é diversão garantida

Filme chegou nesta semana aos cinemas
Com elenco de estrelas, 'Oito mulheres e um segredo' é diversão garantida
Filme se passa em Nova York e tem muitas tiradas boas (Foto: Divulgação)

Grande estreia da semana, Oito mulheres e um segredo, que assim como o original “Onze homens e um segredo” (ok, não é tão original assim, já que se inspirou em um filme com mesmo nome de 1960), não decepciona quem vai ao cinema procurando por diversão fácil. 
Diferente de seus predecessores, que se passam em Las Vegas, o longa dirigido por Gary Ross (de Jogos Vorazes e Seabiscuit) tem espaço em meio ao glamour nova iorquino. Inspirada por seu irmão Danny Ocean, Debbie Ocean (Sandra Bullock) planeja o assalto do século no anual Met Gala. Para isso, monta a equipe perfeita: Amita (Mindy Kaling), Tammy (Sarah Paulson), Lou (Cate Blanchett), Constance (Awkwafina), Nine Ball (Rihanna) e Rose (Helena Bonham Carter). O filme conta ainda com Anne Hathaway no papel de Daphne Kluger.
Com esse elenco reunido, não é difícil cair na graça do público. Independente da criatividade do roteiro, cada cena é cxonstruída com talento e carisma. Ver Cate Blanchett e Sandra Bullock interpretando grandes amigas já vale o ingresso. Acrescente a isso piadas feitas na dose certa e atrizes que atuam de maneira tão diversa quanto às mulheres que interpretam e o resultado deve agradar à maior parte do público.


Uma semana tumultuada de estreias no cinema
Se você estava desesperado por novas produções para acompanhar nos cinemas, sinta-se realizado. Já que junto do lançamento de ‘Oito Mulheres e Um Segredo’, esta quinta-feira (7) reservou a entrada de outros cinco filmes em cartaz; de todos os gêneros e para todos os gostos.
‘Um Dia Para Viver’ é uma ação dramática que apresenta um assassino que volta à vida por 24 horas para concluir uma missão. 
‘A Morte de Stalin’ retrata em forma de comédia os momentos caóticos que sucederam o falecimento do então líder soviético. 
‘As Boas Maneiras’ representa o cinema nacional com um drama fantasioso envolvendo lenda urbana e crítica social em meio de uma relação de babá, uma mãe e um bebê ainda não nascido. 
‘No Olho do Furacão’ faz a vez do filme catastrófico com um grande furacão assustando a população ao mesmo tempo em que grupo de bandidos planeja assaltar o banco da cidade. 
‘Os Estranhos – Caçada Noturna’, continuação do terror de 2008 segue acompanhando três psicopatas mascarados em mais um ataque a uma família.
Entretanto, apesar dos pontos fortes, o filme perde a oportunidade de representar mulheres sem os clichês hollywoodianos. Quase todos eles estão ali: a mulher que desconta a frustração em um pote de doce, a compulsiva por maquiagens e roupas caras, a mulher esperta passada para trás por um homem lindo, a arrogante que não tem amigos e por aí vai. Uma pena que em plena movimentação pelos direitos femininos em Hollywood, o filme tenha se contentado com o riso do público. Poderia ter ido além, afinal, talento para isso o elenco tinha de sobra, além da vontade, é claro. 
Como se pode ver nas entrevistas realizadas com as atrizes, todas elas estão bem afinadas no discurso que tomou conta dos bastidores das produções blockbusters. No mês passado, durante o Festival de Cannes, Cate Blanchett inclusive liderou a marcha que reuniu 82 mulheres do mundo cinematográfico na manifestação por mais igualdade de gênero na indústria. Com certeza ela e as colegas de elenco teriam aprovado perfis e cenas que fugissem ao clichê, mas há que se comemorar: um filme com elenco quase totalmente feminino e com grandes nomes do cinema já representa um avanço.
O roteiro do filme também apresenta alguns pontos que incomodam. Aparentemente, o filme acabou sendo criado à sombra dos filmes nos quais se originou. Na busca por grandes plot twists ao estilo “grande assalto”, algumas coisas parecem superficiais e feitas às pressas. Nada que impeça a boa experiência de quem assiste, que fique claro.
Uma vez mencionada a qualidade técnica das atrizes, vale dizer que todas elas estão impecavelmente lindas em seus respectivos personagens, que obviamente foram criados para nos encantar, e encantam.


Uma superprodução com muitos cenários e artistas (Divulgação)

Wanderléa estreia musical sobre anos 60 
Após 4 temporadas de sucesso e crítica em São Paulo e Rio de Janeiro, com mais de 250 apresentações e 140 mil pessoas, o espetáculo “60! Década de Arromba – Doc. Musical Superprodução”, que tem como estrela a cantora Wanderléa (símbolo da Jovem Guarda), estreia em Curitiba nos dias 9 e 10 de junho, no Guairão. Os ingressos estão à venda a partir de R$25.
Representante maior da Jovem Guarda, um dos principais movimentos musicais da década de 1960, a cantora Wanderléa é a “cereja do bolo” de 60! Década de Arromba – Doc. Musical, dirigido por Frederico Reder, com roteiro e pesquisa de Marcos Nauer. A cantora participa pela primeira vez de um musical, interpretando ela mesma. O espetáculo utiliza ferramentas de documentário (fotos, vídeos e depoimentos reais), somadas a cenas, textos e canções apresentadas ao vivo por 24 atores/cantores /bailarinos para contar a história da década de 1960.


PKB on ice
Shopping abre temporada de inverno com pista de patinação

A atração mais esperada pelas famílias curitibanas chega ao ParkShoppingBarigüi. Abre nesta semana a tradicional pista de patinação no gelo que comemora 14 anos garantindo a diversão de crianças e adultos. Nesta edição, o “PKB on ice” ganha personagens e pequenos monstrinhos temáticos para embalar o clima da principal atração de férias de inverno da capital paranaense. A temporada de inverno da pista de patinação no gelo acontece até 29 de julho e funciona todos os dias, de segunda a sexta, das 11h às 23h, sábados, das 10h às 23h, e domingos, das 12h às 21h.


DESTAQUES DOS EDITORES