Com Mineirão lotado, Atlético-MG faz festa pelo título contra Red Bull Bragantino

Campeão nacional após um longo jejum de 50 anos, o Atlético-MG já faz uma temporada absolutamente histórica. E, neste domingo, o time alvinegro faz a festa com a sua torcida diante do Red Bull Bragantino, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, às 16 horas, em partida válida pela 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

O Mineirão estará lotado para ver o Atlético-MG campeão brasileiro - os jogadores receberão as medalhas e o troféu logo após a partida contra o Red Bull Bragantino. Estão esgotados os ingressos para o jogo, sendo que a venda dos cerca de 60 mil bilhetes durou cerca de cinco horas na última sexta-feira.

O Atlético-MG chega ao duelo com o título garantido após a emocionante vitória de virada sobre o Bahia por 3 a 2, na última quinta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O time mineiro chegou a 81 pontos e não pode mais ser alcançado pelo Flamengo, o segundo colocado.

As comemorações se iniciaram ainda na noite da última quinta-feira, quando torcedores tomaram as ruas de Belo Horizonte. Os jogadores retornaram de Salvador e desfilaram em carro aberto até a Praça Sete, onde milhares de atleticanos os aguardavam.

Para o último jogo como mandante no Brasileirão - na rodada final o adversário será o Grêmio, em Porto Alegre -, o time comandado pelo técnico Cuca terá o retorno de três jogadores: o atacante Diego Costa e os volantes Allan e Jair. Eles estavam suspensos diante do Bahia e podem aparecer na escalação titular desta vez. Por outro lado, Eduardo Sasha está suspenso e fica fora de combate.

RED BULL BRAGANTINO - Se pelo lado do Atlético-MG está tudo bem, no Red Bull Bragantino a missão é vencer para seguir brigando pela vaga direta na Copa Libertadores. Após a derrota na final da Copa Sul-Americana para o Athletico-PR, o time paulista não venceu mais no Brasileirão. Para piorar, não ganha há seis rodadas como visitante, sendo quatro derrotas seguidas.

Mesmo assim, o técnico Maurício Barbieri quer dar um basta na ressaca dos seus comandados. "Acho que já demorou, já passou tempo demais da final. Precisamos ter uma outra postura, precisamos reagir. Temos dois jogos que temos condições de pontuar e tentar buscar essa vaga. É isso que vamos nos apegar neste momento", destacou.

Derrotado pelo ameaçado Juventude por 1 a 0, na última rodada, o Red Bull Bragantino está no limite da zona da fase de grupos da Libertadores. "Era uma meta ideal (a classificação para a fase de grupos da Libertadores), independente da campanha que fôssemos fazer na Sul-Americana. É um objetivo, um desejo nosso, mas é fato que precisamos fazer mais para conquistar essa vaga", ponderou.

Para encarar o líder, o treinador terá apenas um desfalque. O zagueiro Léo Ortiz está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e deverá ser substituído por Natan.