Publicidade
Amistoso

Com pênalti polêmico, Brasil derrota o Uruguai em Londres

Com pênalti polêmico, Brasil derrota o Uruguai em Londres
Neymar comemora o gol diante do Uruguai: 60º gol pela seleção (Foto: Pedro Martins / Mowa Press)

Com um gol de Neymar, após um pênalti polêmico, o Brasil derrotou o Uruguai por 1 a 0, nesta sexta-feira (16), no Emirates Stadium, em Londres (Inglaterra). Foi o 5º amistoso da seleção sob o comando do técnico Tite após a Copa do Mundo de 2018.

No lance que gerou o gol, o lateral Danilo entrou na área e acabou tocado por Laxalt, do Uruguai. O árbitro Craig Pawson (Inglaterra) demorou para marcar. Contudo, o lance mostra que Douglas Costa tocou a bola com o braço na jogada em que entrou na área.

Neymar converteu o pênalti, aos 30 minutos, chutando a bola no canto esquerdo do goleiro. Fo o 60º gol dele pela seleção, atrás apenas de Pelé (95), Ronaldo (67) e Zico (66) – incluindo jogos não oficiais.

O Brasil volta a campo diante da seleção de Camarões, no dia 20, também em Londres.

Foi a 5ª vitória do Brasil em cinco jogos após o Mundial. As outras vítimas foram Estados Unidos (2 a 0), El Salvador (5 a 0), Arábia Saudita (2 a 0) e Argentina (1 a 0).

Análise

Atuando com liberdade para flutuar pelo campo e buscar a bola da defesa, Neymar prendeu bastante a bola no primeiro tempo e recebeu várias faltas duras. Além disso, o Brasil mostrou dificuldades para superar a forte marcação uruguaia. O meio-campo formado por Walace, Arthur e Renato Augusto não rodou a bola com a velocidade necessária.

No primeiro tempo, a melhor chance aconteceu após Firmino dividir com a defesa e a bola sobrar para Filipe Luís, que cruzou rasteiro para Neymar completar para o gol. O atacante, porém, estava impedido, e o gol foi bem anulado. Do outro lado, Alisson fez duas defesas, em chutes de Suárez e Cavani.

No segundo tempo, o time do técnico Oscar Tabárez adiantou a marcação, passou a tirar os espaços da saída de bola e pressionou o gol de Alisson. O gol quase saiu em cobrança de falta de Suárez, mas Alisson defendeu novamente.

Vendo o Brasil encurralado, Tite mexeu no meio-campo e colocou o estreante Allan na vaga de Renato Augusto. O gol da vitória saiu aos 30 minutos, com Neymar cobrando pênalti. Depois disso, o treinador fez apenas mais uma troca: Richarlyson entrou e Douglas Costa saiu. Mesmo assim, o time fez pouco.

BRASIL 1 x 0 URUGUAI
Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Walace, Arthur e Renato Augusto (Allan); Douglas Costa (Richarlison), Roberto Firmino e Neymar. Técnico: Tite
Uruguai: Campaña; Mathías  Suárez (Lemos), Méndez, Cáceres e Laxalt; Torreira; Pereiro (Jonathan Rodríguez), Bentancur, Vecino (Valverde) e Cavani; Luis  Suárez. Técnico: Óscar Tabárez
Gol: Neymar (30º2)
Cartões amarelos: Douglas Costa (Brasil); Torreira, Mathías  Suárez, Vecino, Luis  Suárez, Cáceres e Cavani (Uruguai)
Árbitro: Craig Pawson (Inglaterra)
Local: Emirates Stadium, em Londres (Inglaterra), sexta-feira

DESTAQUES DOS EDITORES