Publicidade
Conteúdo Sustentável

Comissão de Meio Ambiente aprova Central que irá gerar energia limpa no Parque Barigui

A Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou o projeto de lei nº 293/2019, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a construção de uma pequena hidrelétrica para geração de energia no Parque Barigui, em Curitiba. O projeto de lei já havia sido aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

A CGH Nicolau Kluppel vai gerar 21.600 Kwh/m, o que significa a metade da energia consumida em todo o parque ou equivalente ao consumo de 135 residências médias. O empreendimento ficará localizado no vertedouro do lago do Parque Barigui. A construção da estrutura de concreto, a rosca helicoidal e os equipamentos eletromecânicos foram doados pela Associação Brasileira de Pequenas Centrais Hidrelétricas (ABRAPCH). A estimativa é que a economia aos cofres públicos seja de R$ 132 mil por ano.

As PCHs e CGHs são as fontes com a menor emissão de gases de efeito estufa do mundo e também as mais baratas. Participaram da reunião o presidente da comissão, deputado Goura (PDT), e os deputados Evandro Araújo (PSC), Delegado Recalcatti (PSD), Delegado Fernando (PSL), Alexandre Amaro (PRB) e Tadeu Veneri (PT).

92% dos brasileiros querem se hospedar em acomodação ecológica
Quase 8 em cada 10 (72%) dos viajantes brasileiros acreditam que as pessoas devem mudar seus hábitos agora e fazer escolhas mais sustentáveis de viagem se quiserem preservar o planeta para as futuras gerações. Além disso, 75% declaram que este ano se sentem mais determinados a fazer escolhas sustentáveis de viagens do que há um ano. Isto é o que revela o relatório anual de viagens sustentáveis da Booking.com, uma das maiores plataformas digitais de viagem.

Acomodações verdes
Com o objetivo de incentivar o conceito de viagem sustentável, as acomodações sustentáveis estão ganhando cada vez mais público, com quase a totalidade (92%) dos viajantes brasileiros afirmando que pretendem se hospedar ao menos uma vez em uma acomodação verde ou ecologicamente correta – um número que cresce todos os anos na pesquisa da Booking.com. Em 2018, 85% dos brasileiros haviam dito que procurariam uma acomodação sustentável contra 83% em 2017. Além disso, 86% dos viajantes brasileiros afirmam que teriam mais chances de reservar uma acomodação já sabendo que ela segue práticas sustentáveis, mesmo se não estivessem procurando por uma.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES