Publicidade
Maturidade

Companheirismo é o que buscam em relacionamento quem já passou dos 50

A maturidade tem as suas vantagens. As experiências acumuladas nos relacionamentos trazem certa sabedoria para aqueles que conseguiram encarar as vivências anteriores como um aprendizado. A fase de cuidar da família, dos filhos e da carreira foi consolidada. É o momento de repensar os valores e de criar novas expectativas para as décadas seguintes. É hora de buscar mais qualidade de vida e talvez um novo amor, na maioria das vezes, com critérios mais objetivos do que no início da idade adulta. Alguns fatores assumem uma importância até então menosprezada. Mas, o que muda? O que se torna mais valorizado em um relacionamento para uma pessoa que já cruzou a linha dos 50?

Tive a curiosidade de entender o que os usuários dessa faixa etária da minha plataforma de relacionamentos, Meu Patrocínio, esperam de um novo amor. Ouvi muito que, por se sentirem mais equilibrados e experientes, a denominada maturidade emocional leva, inevitavelmente, a um passo além do superficial. Tanto que a qualidade mais desejada para um envolvimento amoroso foi o companheirismo, citado por 70%. Com a idade, cresce a necessidade de ter alguém com quem compartilhar a vida e as conquistas alcançadas. Neste encontro, segundo os usuários, reside uma nova fonte de felicidade e o prazer com as emoções de um recomeço.

Além do desejo de exercer a cumplicidade com o novo parceiro, 38% dos entrevistados mencionam o bom humor como essencial. O peso das responsabilidades ficou para trás. A partir de agora, torna-se fundamental experimentar a vida com mais leveza, sem tantas preocupações com a garantia de um futuro financeiramente seguro. Ele já foi conquistado e é o momento de aproveitar o resultado dos esforços empreendidos até então. O compromisso é com o bem-estar e com a satisfação pessoal. Algo efêmero como a beleza do novo companheiro ainda é apontada um fator de atração para 35% dos entrevistados e a exigência de se dar bem com a família e amigos foi considerada importante por 6% das pessoas que buscam uma nova relação. Todos puderam mencionar mais de uma característica que valorizassem nos relacionamentos.

Quando questionados a respeito dos quesitos necessários para uma relação duradoura, a fidelidade aparece em primeiro lugar. Para 48%, as chances de sucesso são inexistentes sem ela. Ao mesmo tempo, ao lado do respeito pelo companheiro, 45% buscam encontrar sexo de qualidade, segundo eles, indispensável para a almejada qualidade de vida. E, novamente, a capacidade de se divertir com o novo parceiro é ressaltada por 32%. Pessoas amargas e desiludidas com a vida são rejeitadas logo no primeiro encontro, se tiverem a sorte de chegar até ele. Por fim, o dinheiro tem importância para 16%, por julgar que ele está diretamente relacionado a uma boa educação e nível social.

No decorrer da vida, é natural que alguns fatores adquiram uma importância diferente da que tinham anteriormente. Felizmente, a maioria das pessoas passa por transformações no seu processo de evolução, inclusive quanto às características que buscam no parceiro idealizado. A procura por um novo amor traz em si uma demonstração de proatividade, de esperança na renovação. E o que pode haver de mais corajoso na vida? Não temer recomeços e estar sempre aberto às oportunidades que ela oferece. Pronto para novos amores, mesmo que na maturidade.

DESTAQUES DOS EDITORES