Congresso aprova crédito extra a policial rodoviário que trabalhar na folga

O Congresso aprovou nesta quarta-feira, 3, um projeto de lei que abre crédito especial de R$ 36 milhões para o pagamento de indenizações a policiais rodoviários federais que trabalham em dias de folga.

A compensação foi criada no ano passado e tem caráter temporário e emergencial. Ela será concedida a quem trabalhar no período de repouso remunerado e será de R$ 420 para um período de seis horas e de R$ 900 no caso de 12 horas.

Até mesmo deputados da oposição defenderam a aprovação da proposta. Edmilson Rodrigues (PSOL-AP) afirmou que muitos policiais rodoviários têm que fazer horas extras pelo "vilipêndio" de seus salários. Ele defendeu a realização de concurso público para aumentar o efetivo e disse que é preciso recompor o efetivo em mais de 3 mil vagas.