Publicidade
ONU

Conselho de Segurança recusa proposta da Rússia para condenar ataque contra a Síria

Conselho de Segurança recusa proposta da Rússia para condenar ataque contra a Síria
(Foto: ONU / Evan Schneider)

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) recusou neste sábado (14 de abril) uma resolução apresentada pela Rússia para condenar o ataque lançado nas últimas horas contra a Síria por Estados Unidos, Reino Unido e França. 

Ao todo, foram disparados 105 mísseis contra o país em conflito, sob a alegação de que o ataque seria uma forma de retaliar o uso de armas químicas e interromper um programa desenvolvido por Bashar al-Assad. Até agora, contudo, não foram apresentadas provas pelo Pentágono que sustentem as acusações.

Ainda assim, a proposta de resolução recebeu apenas três votos favoráveis, de Rússia, China e Bolívia. Oito integrantes foram contrários (EUA, Reino Unido, França, Suécia, Costa do Marfim, Kuwait, Holanda e Polônia), enquanto outros quatro se abstiveram (Peru, Cazaquistão, Etiópia e Guiné Equatorial).

A votação foi realizada já na parte final da reunião do Conselho convocada com urgência para analisar a situação na Síria após o ataque de ontem a noite. Para o governo russo e o regima de Assad, a ação militar dos EUA e seus aliados foi uma violação do direito internacional e da Carta das Nações Unidas, numa agressão contra a soberania territorial da Síria.

DESTAQUES DOS EDITORES