Publicidade

Corinthians repete roteiro e usa clássico para transformar vilão em herói

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Além de servirem como motivo de festa para os torcedores, os clássicos em 2019 têm um papel importante no Corinthians: o de transformar o vilão do momento em herói da torcida.

Ontem, na vitória em cima do São Paulo, foi a vez de Manoel dar a volta por cima e sair de Itaquera aclamado pela torcida. Alguns, até o apontaram como o melhor em campo durante os 90 minutos que tiveram poucos lances com boa técnica.

Contratado por empréstimo do Cruzeiro, o zagueiro tem ficado no centro dos protestos dos corintianos que gostariam de ver a equipe de Fábio Carille em outro nível técnico. O treinador, aliás, sempre ressalta a confiança em seu atleta e diz que o entrosamento com Henrique é questão de tempo.

No outro clássico da temporada, o Corinthians conseguiu recuperar Danilo Avelar. Com o gol da vitória em cima do Palmeiras, em pleno Allianz Parque, o time viu o lateral esquerdo ganhar um respiro na sua relação com o torcedor.

Antes disso, o lateral esquerdo liderava a lista de xingamentos da torcida. Como era a única opção por conta da presença de Carlos Augusto na seleção sub-20, o desgaste aumentava jogo a jogo.

Ontem, diante do São Paulo, ele já teve bem mais calma para tocar na bola e não ouviu as mesmas vaias imediatas que normalmente recebia quando tocava na bola.

No início do ano, o amistoso contra o Santos também serviu para fazer Gustavo fazer seu primeiro da temporada e vencer a desconfiança que tinha da torcida. Contra o São Paulo, ele marcou o seu sétimo gol em dez partidas.

DESTAQUES DOS EDITORES