Coritiba decide sonho da Libertadores contra colombianos

O Coritiba decide nesta quinta-feira (23) seu futuro na Copa Sul-Americana, sua última chance de chegar à Copa Libertadores no ano que vem. O adversário será o Itagüí, da Colômbia. Para conseguir a vaga, o Coxa precisará de qualquer vitória que não seja por 1x0. Caso a equipe faça apenas um gol, a vaga será disputada nos pênaltis – no primeiro jogo, em Curitiba, vitória dos colombianos por 1 a 0, em jogo que custou a cabeça do treinador Marquinhos Santos e do superintendente de futebol Felipe Ximenes.

O retrospecto recente das equipes é parecido, mas há de se levar em consideração o mau retrospecto da equipe coxa-branca longe de casa - pior campanha como visitante no Brasileirão - e o bom momento do Itagüí como mandante - não perde há três jogos.

Nos últimos cinco jogos, o time paranaense venceu dois (contra Santos e Cruzeiro, em casa) e perdeu outras três (contra Atlético-PR, Vitória e Ponte Preta, fora). Já o Itagüí, desde que venceu o Coritiba, há praticamente um mês, venceu uma vez, empatou outras três e perdeu uma. A equipe, contudo, não vence há três partidas (perdeu para o La Equidad, sétimo colocado do Campeonato Colombiano, e empatou contra o Tolima e o Envigado, 12º e 13º colocados. As três partidas foram fora de casa).

Jogando como mandante, contudo, a equipe colombiana não perde desde o dia 15 de setembro, quando foi derrotada pelo Envigado por 1 a 0. Desde então, foram três partidas, com duas vitórias e um empate – com direito a goleada por 4 a 0 sobre o Junior Barranquila, sexto colocado do colombiano.

No campeonato nacional, os Águias Douradas fazem campanha mediana e aparecem na 8ª colocação com 21 pontos em 15 jogos. O líder é o Atlético Nacional, com 36 pontos. O vice-líder é o Deportivo Pasto, com 26 pontos. A equipe também disputava a Sul-Americana, mas foi eliminada ontem (22) pela Ponte Preta, que após vencer em casa por 2 a 0, garantiu a vaga mesmo sendo derrotada pelo placar mínimo.

Colombianos pregam respeito

Apesar da vantagem conquistada com a vitória em Curitiba e do fato de enfrentar a equipe reserva do Coxa, o Itagüí prega respeito ao Coritiba e tenta evitar qualquer tipo de oba-oba.

Não estamos garantidos (na próxima fase) porque o Coritiba é uma equipe dura e que joga um bom futebol. Além disso, sabemos da importância da partida e vamos encará-la com a seriedade que merece e com o melhor que temos no elenco", garantiu Jorge Bernal, treinador da equipe.

Itagüí x Coritiba
Itagüí: Osvaldo Cabral; Gerardo Vallejo, Braynner García, Ervin Maturana e Elvis Mosquera; Geiler Mosquera, Gustavo Bolívar, Omar Rodríguez e Luis Enrique Quiñones; John Javier Restrepo e Yesid Mena. Técnico: Jorge Luis Bernal.
Coritiba: Vaná; Victor Ferraz, Bonfim, Chico e Sergio Escudero; Bottineli, Zé Rafael, Lincoln e Vitor Júnior; Jânio e Bill. Técnico: João Marcelo