Publicidade
Série B

Coritiba estreia com vitória, gols de Rodrigão e homenagens a Krüger

O Coritiba venceu por 2 a 0 a Ponte Preta, nesta segunda-feira (29) à noite, no Couto Pereira, pela 1ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou em 3º lugar, com três pontos e saldo de dois gols. Clique aqui para ver a classificação, no site Srgoool. O próximo jogo será sexta-feira (dia 3) às 21h30, contra o Atlético-GO, em Goiânia.

O estádio recebeu 31.670 torcedores, segundo o Coritiba. Em homenagem a Dirceu Krüger, maior ídolo da história do clube, que morreu na última quinta-feira, o clube distribuiu 31 mil ingressos gratuitamente. Outros sete mil lugares foram reservados para os sócios em dia. No entanto, nem todos comparaceram.

Além de distribuir entradas gratuitas, o clube fez várias ações especiais na partida. Uma delas foi um vídeo sobre o ídolo, mostrado dez minutos antes da partida, com as luzes do estádio apagadas. Outro momento foi aos 53 minutos de jogo, quando os torcedores gritaram o nome de Krüger, em homenagem aos 53 anos dedicados ao Coritiba pelo Flecha Loira.

ESTREIAS
A partida marcou as estreias do lateral-direito Diogo Mateus (destaque da Ferroviária no Paulistão) e dos pontas Arancibia e Lucas Tocantins (destaque do FC Cascavel no Paranaense 2019).

FASES
O Coritiba segue sem perder no Couto Pereira em 2019, agora com quatro vitórias e cinco empates. A Ponte Preta foi a quinta colocada na classificação geral do Paulistão 2019, com 7 vitórias, 7 empates e 3 derrotas.

ARTILHEIRO
O centroavante Rodrigão marcou mais dois e chegou a dez gols em dez jogos pelo Coritiba em 2019. É o artilheiro do time no ano.

TÉCNICO
Esse foi o oitavo jogo do técnico Umberto Louzer no Coritiba, agora com 5 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

ARBITRAGEM
A Ponte reclamou de pênalti aos 11 do 2º, por toque de mão de Luiz Henrique. Segundo o ex-árbitro Paulo Cesar Oliveira, comentarista do Sportv, a arbitragem errou ao não marcar a penalidade.

ESCALAÇÃO
Os desfalques no Coritiba eram Sabino, Giovanni, Alano, Iago Dias, Felipe Mattioni e Wanderley. As novidades na escalação eram o retorno do goleiro Wilson, recuperado de cirurgia na mão, a estreia do lateral-direito Diogo Matheus e a entrada do meia Luiz Henrique como volante. As surpresas no banco foram o zagueiro Rafael Lima e o lateral-esquerdo William Matheus, que chegaram a ficar fora dos planos do clube. O treinador manteve o esquema tático 4-2-3-1, com Wellinton Junior (direita), Thiago Lopes (centro) e Patrick Brey (esquerda) na linha de três do setor ofensivo. A Ponte não tinha Longuine e Edson.

PRIMEIRO TEMPO
A Ponte Preta começou melhor, com marcação forte e jogadas bem treinadas para chegar ao ataque. O Coritiba cedia espaços na defesa e no meio-campo. Com a bola, era afoito e desorganizado. No entanto, prevaleceu a garra dos jogadores e o talento individual. O Coxa fez 1 a 0 em pênalti, aos 18 minutos — Welinton Junior chutou a bola na mão de Diego Renan e o árbitro marcou. Rodrigão cobrou e converteu. Na comemoração, ele fez o gesto de arco e flecha, em homenagem ao Flecha Loira — apelido de Dirceu Krüger. O segundo gol foi em bela jogada individual de Rodrigão, ele recebeu de Fabiano, após bate e rebate na área, e chutou com estilo, aos 35 minutos. Depois disso, a Ponte se perdeu em campo e o Coritiba teve duas chances para ampliar em contra-ataques, mas desperdiçou.

SEGUNDO TEMPO
O Coritiba recuou e a Ponte manteve o domínio do meio-campo. Na segunda etapa, porém, o Coxa melhorou na marcação e não cedeu espaços. E conseguiu levar perigo em contra-ataques. Aos 22, saiu Thiago Lopes e entrou o volante Elyeser. Com isso, Luiz Henrique avançou e passou a jogar como meia. O esquema seguiu o mesmo. Aos 28, Welinton Jr cometeu pênalti em Diego Renan. Thalles mandou na trave. Aos 33, troca na ponta-direita: saiu Welinton Jr e entrou Lucas Tocantins (ex-FC Cascavel). No fim, o Coxa levou sufoco, com a Ponte desperdiçando três bosas chances.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Coritiba teve 33% de posse de bola, 16 finalizações (5 certas), 69% de precisão nos passes e 8 escanteios. A Ponte somou 14 arremates (2 certos), 87% nos passes e 4 escanteios. Os dados são do Sofascore.

CORITIBA 2 x 0 PONTE PRETA
Coritiba: Wilson; Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e Fabiano; Vitor Carvalho e Luiz Henrique (Arancibia); Wellinton Junior (Lucas Tocantins), Thiago Lopes (Elyeser) e Patrick Brey; Rodrigão. Técnico: Umberto Louzer
Ponte Preta: Ivan, Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan (Abner); Nathan e Gerson Magrão; Júlio César, Matheus Vargas (Facundo Batista) e Renato Kayzer (Matheus Oliveira); Thalles. Técnico: Jorginho
Gols: Rodrigão (18-1º e 35-1º)
Cartões amarelos: Gerson Magrão, Renato Kayzer, Matheus Vargas, Nathan (PP). Luiz Henrique, Fabiano (C).
Árbitro: Ronei Candido Alves (MG)
Público: 31.670 pagantes
Local: Couto Pereira

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
6 – Rodrigão recebe na área e chuta cruzado. A bola vai perto, ao lado do gol.
8 – Matheus Vargas avança, invade a área e chuta perto, ao lado.
14 – Diego Renan cruza para a pequena área. Fabiano salva, tirando dos pés de Renato Kayzer.
17 – Welinton Jr chuta. A bola bate na mão de Diego Renan, na área. Pênalti.
18 – Gol do Coritiba. Rodrigão cobra à direita do goleiro, que não alcança.
33 – Contra-ataque. Welinton Junior invade a área e, em vez de cruzar, tenta o chute. A bola vai para fora.
35 – Gol do Coritiba. Falta no meio-campo. Diego Matues lança pra área. Depois de bate e rebate, Fabiano rola para Rodrigão, que dribla com estilo e chuta na saída do goleiro.
38 – Bela jogada de Patrick Brey, que tabela com Thiago Lopes, invade a área e chuta perto, ao lado.
40 – Contra-ataque perigoso. Patrick Brey rola para Welinton Jr, que chuta para fora.

Segundo tempo
2 – Wilson lança, Welinton Jr desvia de cabeça e Rodrigão fica sozinho com o goleiro. Ele tenta por cobertura e a bola vai para fora.
4 – Julio Cesar cruza da esquerda para a segunda trave. Kayzer cabeceia perto, ao lado.
7 – Julio Cesar chuta de fora da área. A bola passa perto, sobre o gol.
11 – Thalles chuta. A bola desvia em Luiz Henrique. A Ponte alega toque de mão e pede pênalti.
13 – Falta no meio-campo. Diogo Mateus lança. Rodrigão cabeceia. A bola bate no travessão.
14 – Escanteio. Luiz Henrique tenta o olímpico e exige boa defesa do goleiro.
24 – Luiz Henrique ajeita e Brey chuta forte, de fora da área. A bola vai sobre o gol.
28 – Welinton Jr derruba Diego Renan na risca da área. Pênalti. Thalles cobra na trave. A bola bate em Wilson e sai para escanteio.
38 – Pressão da Ponte. Abner cruza. A zaga tira. Matheus Oliveira chuta. Wilson espalma. Thalles pega o rebote e manda para fora.
40 – Arnaldo chuta cruzado. A bola desvia em Romércio e quase entra. Wilson salva com os pés.
44 – Matheus Oliveira cruza. Julio Cesar fica livre na área e chuta perto, ao lado.
48 – Elyeser pega rebote na entrada da área e chuta perto, ao lado.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES