Publicidade
Série B

Coxa vence o Vila Nova no Couto, garante o técnico e encosta no G4

O Coritiba já está começando a sentir o 'cheirinho' do G4 na Série B. Jogando no Couto Pereira na noite desta terça-feira, a equipe comandada por Umberto Louzer soube se impor e alcançou uma importante vitória por 2 a 0, garantindo a permanência do técnico (ao menos por enquanto). Rodrigão e Thiago Lopes, com um gol em cada tempo, garantiram o triunfo alviverde.

Agora com 18 pontos, o Coritiba aparece na quinta colocação da Série B, três pontos atrás do Atlético-GO, quarto colocado. Já a equipe goiana está em 16º lugar, com 11 pontos.

Na próxima sexta-feira, o Coxa volta a campo para medir força com o Operário, em Ponta Grossa, às 19h15. Já o Vila Nova joga no sábado, às 19 horas, contra o Bragantino.

Thiago Lopes e Muralha foram os destaques do Coritiba. Confira as atuações

Escalações

O Coritiba não pôde contar com o goleiro Wilson e o meia-atacante Rafinha, ambos com lesões musculares e que devem ainda desfalcar a equipe nas próximas três partidas - Operário, Botafogo-SP e Sport. Para o gol, Muralha estreia como titular pela primeira vez na Série B. No lugar de Rafinha, Juan Alano. Umberto Louzer também segue sem contar com Diogo Mateus, lesionado.

No Vila Nova, a principal novidade foi a estreia do atacante Mailson, contratado depois da parada para a Copa América. O desfalque era o lateral Gastón Filgueira, que se recupera de lesão no pé.

O Jogo

Repetindo os últimos jogos, Umberto Louzer usou o esquema tático 4-1-4-1, com Matheus Sales como único volante. Luiz Henrique e Thiago Lopes jogaram mais centralizados na linha de quatro, enquanto Robson e Juan Alano se alternavam nas pontas (embora ambos também aparecessem com frequência pelo centro e Luizinho ocasionalmente caisse para os lados do campo).

O Coxa tinha mais volume ofensivo, mas a dificuldade na hora de criar jogadas era grande. Se faltava qualidade no último passe, um lance de bola parada acabou decidindo: aos 38 minutos, Luizinho cobrou escanteio na primeira trave e Felipe Mattioni desviou. A bola tocou caprichosamente na trave e se ofereceu para o artilheiro Rodrigão marcar seu oitavo gol na Série B. Na comemoração, os atletas correram em direção ao pressionado Umberto Louzer, numa demonstração de união do elenco.

Nos minutos finais da primeira etapa o Vila Nova resolveu começar a agredir. Aos 43, o estreante Mailson teve grande chance para empatar, mas Alex Muralha fez grande defesa com a perna e segurou a vantagem mínima.

Na volta do intervalo, a primeira mudança no time visitante, com Marcelo Cabo sacando Alan Carius para a entrada de Bruno Mota. O Tigrão permanecia jogando no campo do adversário, mas num contra-ataque veio o golpe fatal, aos seis minutos, quando Walisson Maia acertou belo lançamento para a corrida de Thiago Lopes, que só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro. Um 'gol caseiro' – tanto Walisson como Thiago são crias das categorias de base.

Aos 12 minutos, a primeira mudança no Coxa, com o jovem Igor Paixão substituindo Thiago Lopes. Marcelo Cabo respondeu na sequência, sacando Matheus Anderson para a entrada de Capixaba. Depois, aos 27, Giovanni substituiu Juan Alano e, aos 38, Robson foi trocado por Wellisol, que fez sua estreia pelo Coxa. Já no Tigrão, a última mudança veio aos 32, com Elias entrando no lugar de Alan Mineiro.

Depois do segundo gol, porém, a partida perdeu em emoção. O Coxa ainda teve duas boas chances para marcar, mas Robson exagerou no preciosismo e desperdiçou. O Vila Nova ainda tentou também descontar com Matheus Anderson e Bruno Mota, mas um inspirado Alex Muralha evitou o tento adversário.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 2 x 0 Vila Nova

Coritiba: Alex Muralha; Felipe Mattioni, Walisson Maia, Sabino e William Matheus; Matheus Sales; Juan Alano (Giovanni), Luizinho, Thiago Lopes (Igor Paixão) e Robson (Wellisol); Rodrigão. Técnico: Umberto Louzer.
Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Romário; Joseph e Ramon; Mateus Anderson (Capixaba), Alan Mineiro (Elias) e Alan Carius (Bruno Mota); Mailson. Técnico: Marcelo Cabo
Gols: Rodrigão (38-1º) e Thiago Lopes (6-2º)
Cartões amarelos: Romário, Ramon (V); Luizinho (C)
Árbitro: William Machado Steffen (SC)
Público: 21.475 total
Renda: R$ 246.149,80
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), terça-feira (23 de julho) às 19h15

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

7 – Depois do cruzamento de Robson, a bola sobra na entrada da área para Matheus Sales, que arrisca um chute forte e manda por cima do gol.

11 – Luizinho escapa pela esquerda e cruza fechado. William Matheus desvia e a bola atravessa a pequena área, passando na frente a Rodrigão e Robson antes de sair pela linha de fundo.

17 – Robson recebe na frente, invade a área e se prepara para ultrapassar o defensor, ficando frente a frente com o goleiro. Na hora H, Jeferson dá um carrinho e manda a bola para escanteio.

20 – Passe longo para Robson. O atacante domina na entrada da área, corta para a perna esquerda e chuta. A finalização sai fraca e Rafael Santos segura.

23- Boa troca de passes do Coxa. Luizinho fica com a bola na entrada da área e chuta forte, por cima do gol.

31 – Cruzamento de Mailson da direita para Matheus Anderson. O atacante cabeceia e Alex Muralha espalma.Na sobra, a zaga do Coxa afasta o perigo da área.

38- Gol do Coritiba! Luiz Henrique aponta para a primeira trave na cobrança de escanteio, Felipe Mattioni sobe mais que a a zaga e desvia. A bola explode na trave oposta e sobra para Rodrigão, que só empurra para o fundo da rede.

43 – Cruzamento rasteiro da esquerda. Mailson domina na entrada da pequena área, gira e chuta. Alex Muralha sai bem do gol e salva com a perna.

Segundo tempo

6 – Gol do Coritiba! Lançamento em profundidade de Walisson Maia de trás do meio de campo. Thiago Lopes dispara nas costas da zaga e dá um toque de leve na saída do goleiro.

10 – Matheus Anderson invade a área e chuta colocado. A bola resvala em Sabino e obriga Alex Muralha a se esticar todo para defender.

24 – Contra-ataque para o Coxa. Robson recebe na entrada da área e Juan Alano passa pedindo o toque, mas o atacante prefere a finalização. A bola desvia na zaga e vai para fora.

28 – Rodrigão recebe no meio da zaga e dá ótimo passe para Robson. De frente para o gol, o atacante demora a chutar, tenta um drible e acaba desarmado.

36 – Cruzamento de Jeferson para Bruno Mota no meio da área. O atacante cabeceia firme no canto, mas Muralha voa na bola e evita o gol.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES