Publicidade
Saiba como

Créditos do Nota Paraná já podem ser utilizados no pagamento do IPVA

Créditos do Nota Paraná já podem ser utilizados no pagamento do IPVA

Os créditos do Nota Paraná podem ser usados para o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). É possível efetuar tanto o pagamento total como parcial do IPVA e não há limite de valor a ser utilizado. A opção de transferência de créditos foi ativada em 2016 e neste ano fica disponível de 1 à 31 de novembro.


Em 2017, 104 mil pessoas utilizaram créditos acumulados, no valor de R$ 13.216.803,21 para abater o valor integral ou parcial do IPVA 2018 de 114.465 veículos. A adesão subiu 169% em relação à 2016.


No total, mais de 153 mil veículos tiveram seu IPVA pago em 2017 e 2018 utilizando transferências dos créditos do Nota Paraná, cujos donos deixaram de desembolsar R$ 19,3 milhões para pagar o imposto.


O IPVA de mais de um veículo de um mesmo proprietário pode ser pago com os créditos. Caso o crédito disponível seja insuficiente para quitar integralmente o imposto, a Secretaria da Fazenda enviará um boleto com a diferença, para que o pagamento seja complementado em 2019. Se a diferença for quitada à vista, será possível aproveitar o desconto de 3% que vai ser oferecido aos contribuintes do IPVA.
Como Fazer
Desde o dia 1º de novembro, o participante do programa podem acessar a conta do Nota Paraná e clicar na aba “minha conta-corrente”. Em seguida, clicar na opção “Transferir crédito para pagamento de IPVA – Exercício 2019”.
Como o sistema Nota Paraná é integrado com o DETRAN/PR, serão mostrados todos os veículos de sua propriedade, de acordo com o registro no DETRAN/PR. Não precisa informar a placa nem o Renavam, apenas selecionar os veículos e os valores que deseja destinar.
Para utilização, os créditos deverão estar na conta do Nota Paraná do proprietário do veículo registrado no Paraná. O CPF cadastrado no Nota Paraná deve ser o mesmo do dono do automóvel.

DESTAQUES DOS EDITORES