Publicidade
Fonte de inspiração: filhos

Cresce o número de mães empreendedoras

Dados do Sebrae revelam que 34% das mulheres estão à frente de novos negócios e, destes, 75% são criados a partir das experiências da maternidade
Cresce o número de mães empreendedoras


A cada ano cresce o número de mulheres que, após a maternidade, precisam se redescobrir no mercado de trabalho. Com filhos pequenos, um agenda de horários mais flexíveis acaba sendo uma exigência para que consigam retomar a carreira, ao menos, nos primeiros anos dos filhos. Esse comportamento pode ser 'medido' pelos dados revelados pela Rede Mulher Empreendedora (RME), que revela que 75% dos novos empreendimentos criados por mulheres foram inspirados na maternidade.

Ainda de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), 34% dos novos negócios são criados por mulheres. A Rede Mulher Empreendedora (RME) detalhou ainda esse perfil e concluiu que 55% delas têm filhos.
Curitiba, famosa por ser uma cidade empreendedora e com consumidores críticos, é berço de um empreendimento que nasceu dentro do cenário já descrito. As empresárias e sócias Bianca Schmelzer Soares e Cláudia Mattos viram nos percalços da maternidade uma chance de montarem o negócio próprio e resolveram investir em uma estratégia segmentada. Após anos prestando serviço em grandes empresas, optaram por empreender utilizando seus know-hows mais preciosos: a maternidade e o tino para o comércio.

Juntas, Bianca e Cláudia lançaram a Bolsa Bebê, única loja do Brasil especializada em bolsas para a maternidade. Com mais de 150 modelos de produtos vendidos todos os meses, o espaço trabalha com 8 marcas diferentes, incluindo marcas internacionais.
As empresárias fazem parte de um fenômeno já mapeado por pesquisas e estudos, o da mãe empreendedora. Porém, não basta ser mãe ou ter afinidade com o tema. É preciso ter perfil para o atendimento ao público, saber gerir pessoas e ter visão comercial estratégica, conta Cláudia.

Bianca completa: Além de acumularmos experiências anteriores bem robustas – das quais trouxemos muitos aprendizados – fizemos cursos e buscamos orientações profissionais até chegarmos à ideia do nicho das bolsas de maternidade.
Desde 2012, quando a loja foi criada, comercializa apenas um tipo de produto: bolsas destinadas a mães. Trata-se de um item indispensável para a ida à maternidade, a amamentação e as saídas com o bebê até os 3 anos. A Bolsa Bebê foi uma aposta arriscada, mas que deu certo. Começamos do zero, em uma loja pequena na praça Rui Barbosa, até chegarmos onde estamos hoje, revela Claudia.

Investimos todas as nossas economias, abrimos mão de muita coisa, mas estamos começando a colher os frutos desse enorme esforço. É um orgulho sermos a única loja multimarcas do país no segmento de bolsas para bebês, acrescenta Bianca.
A Bolsa Bebê possui uma loja física no Centro de Curitiba (Rua Doutor Pedrosa, 75) e um e-commerce que entrega em todo o Brasil. Para saber mais, basta acessar o endereço www.bolsabebe.com.br.

Serviço
Bolsa Bebê Curitiba – A única loja do país especializada em bolsas de maternidade
Site: http://www.bolsabebe.com.br
Contato: (41) 3538-9673
Rua: Doutor Pedrosa, 75 - Centro

 

O que é preciso para ter um negócio

Perfil empreendedor
Saber prestar atendimento ao público
Saber gerir pessoas
Ter visão comercial estratégica
Buscar capacitação e orientação profissional
Ter afinidade com o tema

DESTAQUES DOS EDITORES