Publicidade
LITERATURA

Cristiano Castilho lança livro sobre Curitiba, a “cidade inventada”

Cristiano Castilho: jornalista e escritor
Cristiano Castilho: jornalista e escritor (Foto: Ciro Rydal)

A ocupação do espaço público, manifestações culturais, a transformação das rotinas de sociabilidade de uma cidade outrora vista como sisuda, perfis de anônimos e de artistas, críticas culturais e pequenas reportagens do cotidiano são temas dos textos reunidos no livro “Crônicas da Cidade Inventada e Outras Pequenas Histórias”, do jornalista curitibano Cristiano Castilho. O lançamento acontece às 19h do dia 28 de março na Livraria Arte & Letra, com bate-papo com o também jornalista José Carlos Fernandes.

Divididas em quatro seções - “Da Cidade”, Das Trocas”, “Dos Olhos” e “Do Coração”, as crônicas foram publicadas originalmente no jornal Gazeta do Povo, em colunas semanais entre 2010 e 2015. Música, futebol, carnaval, lembranças da infância, um papo imaginário sobre Kurt Cobain, pequenos ensaios sobre escritores que influenciaram o jornalista e reflexões despretensiosas sobre as idiossincrasias de Curitiba fazem parte da obra, lançada pelo selo Arte & Letra com ilustração de capa de Osvalter Urbinati.

Para o jornalista Paulo Camargo, autor do prefácio de “Crônicas da Cidade Inventada e Outras Pequenas Histórias”, Cristiano Castilho sempre foi, em sua essência, um observador sensível e interessado. “Nos textos costurados no livro, é bastante evidente como ele não se contenta apenas com o mais urgente, desconfiando da superficialidade noticiosa, arriscando o mergulho, seja na descrição de uma cena urbana, na construção de um perfil de um personagem, seja ele anônimo ou reconhecido, ou em suas crônicas, nas quais a subjetividade com que interage com a realidade intriga e emociona.”

Os textos escolhidos funcionam como um pequeno recorte sócio-temporal da primeira metade desta década. Neste período, houve uma Copa do Mundo; o surgimento d’A Banda Mais Bonita da Cidade, com fãs e difamadores na mesma medida. A morte de um poeta. O primeiro “assassinato” cometido pelo cronista. Valter Hugo Mãe, Eduardo Coutinho, caprichos e relaxos, sonhos e memórias. E sempre Curitiba, a cidade inventada.

O autor
Cristiano Castilho nasceu em Curitiba, em 1984. É jornalista formado pela UFPR e pós-graduado em Jornalismo Literário pela ABJL. Foi repórter, editor e colunista do jornal Gazeta do Povo, entre 2008 e 2015. Publicou o conto “Compressa” pela editora Tulipas Negras, em 2012, e o conto “Alvorada” no Livro dos Novos (Travessa dos Editores) em 2014. Venceu o prêmio Minicontos, da Geração Editorial, em 2012. É editor do blog Pista 1, do portal Bem Paraná, colaborador do portal Plural e apresentador e produtor na Rádio Paraná Educativa, 97.1FM

Serviço
“Crônicas da Cidade Inventada e Outras Pequenas Histórias”
Lançamento e bate-papo com José Carlos Fernandes: 28 de março, às 19h.
Livraria Arte & Letra – Rua Dom Pedro II, 44, Batel.
Contato: (41) 9 9622-7790

DESTAQUES DOS EDITORES